VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

18 de fev de 2010

Será que Deus está ouvindo minhas orações?

Texto: Tiago 5:13-16

É do conhecimento de todos que Deus fala através de sua palavra, e que as pessoas falam com Ele por meio da oração! Uma pergunta fica aqui para sua meditação, por deve-se Orar? É obvio que Deus, o Pai chama à oração

"Invoca-me no dia da angústia: eu te livrarei, e tu me glorificarás" (Sl 50:15). Por que Deus, o Filho nos incentiva à oração "Disse-lhe Jesus uma parábola, sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer" (Lc. 18:1); "Pedi, e dar-se-vos-á, buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á" (Mt 7:7). Por que Deus, o Espírito Santo intercede por nós "Também o Espírito semelhantemente, nos assiste em nossas franquezas; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis" (Rm 8:26). Por que é uma ordem! "Orai sem cessar" (I TS 5:17).

Através de Cristo temos livre acesso a Deus pela oração "por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus"
(
Rm 5:2), mas, há coisa que faz separação de Deus, e impede a oração, o pecado! "Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça". (Is 59:2)

Para que posarmos ter uma comunhão com Deus em nossas orações, primeiro teremos que vencer: (1) Os inimigos da oração; (2) Os obstáculos à oração. É por causa de pequenas coisas fazem com que deixem de receber as bênçãos de Deus através das orações!

I -     OS INIMIGOS DA ORAÇÃO

  1. Cansaço!

O cansaço paralisante, que te impede de orar sem cessar, onde muitas vezes no meio dela acaba adormecendo! Isso pode ser vencido justamente na oração, você pode dominar essa fadiga dês-natural, pois a Bíblia diz: "Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças. Faz forte ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor" (Is 40:31a; 29),

  1. Distração!

Não consegues concentrar-te. Outros pensamentos te assaltam. Durante a oração, percebes assustado que teus pensamentos estão longe. Essa arma do inimigo fica sem poder com a oração em voz alta.

  1. Intranqüilidade interior!

Uma intranqüilidade inexplicável domina-te e ela só pode ser removida na oração. Seja qual for a origem —pecado, nervosismo ou incredulidade — a Bíblia diz: (Sl 55:22) "Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá: jamais permitirá que o justo seja abalado" e continua: (Sl 42:11) "Porque estás abatido, ó minha alma? Por que te perturbas dentro em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxilio e Deus meu".

  1. Pressa!

A arma de Satanás usa com maior sucesso, contra muitos que querem orar, o que a Escritura diz em Eclesiastes 8:3? "Não te apresses em deixar a presença Dele".

  1. Desânimo!

O desânimo é uma arma que paralisa muitas pessoas de oração. Desânimo significa: não olhar longe o suficiente. A Bíblia diz: "olhando firmemente para Jesus". Isso significa: não olhar para o visível e sim olhar para Jesus! Está desanimado por causa da tua fraqueza, por causa das tuas derrotas, da dureza dos homens, das situações tristes. Paulo diz em II Coríntios 4:8 "Em tudo somos atribulados, porem, não angustiados; perplexos, porem não desanimados". Por quê? Porque ele orava! Só há uma maneira de afastar o desânimo: através da oração sincera.

  1. Indolência! (Insensível; negligente; sem atividade; preguiçoso).

A indolecência é uma arma maliciosa, que Satanás usará contra aqueles que querem tornar-se pessoas de oração. É uma arma da carne, da impotência. Tu te ajoelhas, queres orar, mas não sai quase nenhuma palavra! Como podes ficar livre dessa terrível inércia e dessa impotência? A resposta é Orar com a Bíblia! Lê sempre de novo, em voz alta, as promessas que falam da oração. Jesus disse: (Mt 7:7) "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achares; batei, e abrir-se-vos-á". Diz ao Senhor: não consigo pedir, mas tu dizes na tua Palavra que devo fazê-lo, e isso perseverantemente!

II -     OS OBSTÁCULOS À ORAÇÃO

Além de que temos de vencer os inimigos da oração temos que vencer também os obstáculos às orações!

Lemos em Isaías 59:1-3:
"Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue e os vossos dedos de iniqüidade; e os vossos lábios falam mentiras, a vossa língua profere maldade".

  1. Ódio:

    É aquele cujos dedos estão manchados de sangue, é assassino. Teus dedos estão manchados de sangue? "Não", respondes, mas não digas tão precipitadamente, a Bíblia diz: (1 João 3:15) "Todo aquele que odeia a seu irmão é assassino". Se no teu coração há algum ódio contra qualquer pessoa, tuas mãos estão manchadas de sangue. Deus se afasta-se de ti, por isso vai e te reconcilia com teu irmão(a).

  2. Língua:

    Obstáculo pelo qual Deus não pode ouvir nossas orações é encontrado em Isaías 59:3; "os vossos lábios falam mentiras, a vossa língua profere maldade". Você já falou coisas negativas sobre outros quando estás com algumas pessoas? Já não falaste coisas terríveis de um pregador do Evangelho a um irmão? Quantas vezes já prejudicastes o bom nome de alguém através de falatório, dizendo coisas que nem podes provar. Lembra-te que isso é abominável diante de Deus. O Senhor fecha o céu sobre ti, enquanto não te arrependeres da difamação e a reparares. Se sabes que alguém realmente está errado, então fale com o Senhor e com ele pessoalmente sobre isso, mas não o conta adiante. No Salmo 15:1-3 está escrito: "Quem, Senhor, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte? O que vive com integridade, e pratica a justiça, e, de coração, fala a verdade; o que não difama com sua língua, não faz mal ao próximo, nem lança injúria contra o seu vizinho". Arrepende-te dos pecados da tua língua, pois na Bíblia diz (Pv. 10:19 "No muito falar não falta transgressão").

  3. Relação Conjugal

    Está escrito em I Pedro 3:6-7: "como fazia Sara, que obedeceu a Abraão, chamando-lhe senhor, da qual vós vos tornastes filhas, praticando o bem e não temendo perturbação alguma. Maridos, vós igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, por isso que sois juntamente herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações".As orações dos casais são interrompidas se algo não estiver certo no casamento. Todas as tensões e problemas do casamento procedem do fato de Jesus Cristo, o crucificado, não estar entre os dois. Este é um casal feliz, para o qual Jesus é o centro!

  4. Desobediência.

    Em Provérbios 28:9: "o que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável". A lei é a Palavra de Deus. O Senhor que dizer que: Aquele que fecha seus ouvidos, seu coração, à Palavra (o ouvir bíblico significa: concordar em obediência), a sua oração é abominável. Não penses que Deus tem interesse nas tuas considerações teológicas durante as tuas orações. A Deus interessa a tua obediência! (I Sm 15:22). "Eis que o obedecer é melhor do que sacrificar".

Fonte: MALGO, Wim. Chamado a Orar, Porto Alegre: Chamada da Meia Noite, 1999.

1 de fev de 2010

A Importância das Nossas Escolhas

Todos os dias as pessoas precisam fazer uma escolha, seja em casa ou no trabalho. Certas escolhas são mais difíceis do que outras, uma delas é fazer aquilo que é correto, isso porque, agir corretamente exige mais do que se for agir de modo errado. Quando uma pessoa procura agir de maneira certa ele procura analisar os fatos que estarão sendo envolvidos para depois tomar qualquer decisão.
Na vida espiritual não é tão distante assim, pelo contrário é praticamente a mesma coisa, pois, é mais fácil fazer a vontade humana do que procurar fazer a vontade de Deus. Constantemente, os crentes estão na luta entre escolher fazer a vontade de Deus ou a sua própria.
Quando uma pessoa passa a fazer a vontade da carne, e passa a ser um escravo do pecado, só há uma coisa a dizer! Escravizou-se por que quis! Note o que os versículos dizem: “Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado, João 8:34”. Toda pessoa que comete pecado é escrava do pecado, e em Tiago 1:14 “Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz”, aquele que comete pecado é porque quer, e não por causa de um força maior, alegando que não tem condições de suportar, esquecendo o que diz em I Coríntios 10:13 “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis; antes, com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar”. Por isso que o pecado é uma decisão que uma pessoa toma, mas, sabe-se que muitos tem dificuldades em deixar, mas, é uma escolha que ele precisa tomar para que tenha plena comunhão com Deus.