VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

17 de dez de 2012

História do hino 188 – O evangelho


As novas mais alegres que há neste mundo são as que nós temos; “as novas do evangelho”. Estas novas de alegria e de perdão, escritas em João 3:16, anunciam que Deus nos amou tanto, que mandou seu Filho amado para ser o Salvador “de todo aquele que nele Crê”, afastam para sempre as trevas e anunciam vida e paz. Levam todos, a saber, que o Pão do Céu veio para nos dar vida, alimentar, sustentar e ser presente em cada em que nele crer. “Como água fresca para o homem sedento, tais são as boas-novas de terra remota” (Provérbios 25:25). Cantemos estas boas-novas! Proclamemos estas boas-novas! Vivamos estas boas-novas!
  O nome da melodia, THE GOSPEL BELLS (Os Sinos do Evangelho), provém do título e das primeiras três palavras das estrofes do original. Em algumas partes da Europa, e na outra América, as igrejas evangélicas também têm historicamente torres para colocar os sinos. Era muito comum os sinos anunciarem o começo do culto nas igrejas. Porém, isto não se deu, no Brasil onde, durante o período do império era proibido às igrejas não católicas anunciarem seus cultos ou terem aparência de igrejas.
  Joseph Jones sabia que as igrejas evangélicas em Portugal e no Brasil não tinham sinos. Ele adaptou o hino em 1887, preservando sua mensagem central. Quem proclama as boas-novas somos nós, que cremos em Cristo. Foi assim que a mensagem chegou até nós, e assim a mensagem chegará aos que não a conhecem! 

Fonte: http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/historias_hinos/ha_325.htm, que cita Ginsburg, Salomão L. Um Judeu Errante no Brasil, Trad. De Manuel Avelino de Souza 2ª edição, Rio de Janeiro, Casa Publicadora Batista (JUERP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário