VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

25 de dez de 2012

Vida de gratidão


Uma senhora entrou no ônibus. Todos os assentos estavam ocupados. Ela estava cansada e carregada de pacotes. Notando seu apuro, um senhor ofereceu-lhe o lugar. Assim que se sentou, a mulher desmaiou.
Quando voltou a si, disse ao cavalheiro que havia lhe oferecido o lugar: “Muito obrigada”; ao ouvir isto, o homem desmaiou.
Embora seja apenas uma anedota, o acontecimento exemplifica o uso infreqüente da frase: “Muito obrigado”.
Expressar gratidão era tão raro nos dias de Jesus como em nossos dias. Lucas 17.11-19 conta a história de dez leprosos que foram curados por Jesus. Apenas um se dirigiu a ele e disse: “Muito obrigado”.
Sei o quanto esta pequena frase significa para mim, e garanto que significa muito para outras pessoas, também. É por isto que procurei instilar em meus filhos, por palavras e exemplo, o hábito de agradecer – não apenas a Deus, por meio de orações, mas a todos os que fazem ou dizem algo gentil, bondoso.
Existe algo distintivamente cristão no agradecimento. Nós que fomos redimidos e somos abençoados com a presença viva de Cristo em nossas vidas, temos todos os motivos para agradecer. Nós, entre todas as pessoas, devemos ser as mais agradecidos!
O apóstolo Paulo não economizava nos agradecimentos. Era agradecido por seus irmãos em Cristo (At 28.15), pelo inexprimível dom de Cristo (2Co 9.15), pela vitória por intermédio de Cristo (1Co 15.57), pelo ministério que Deus lhe deu (1Tm 1.12) e pelo crescimento espiritual dos cristãos (Cl 4.6).
O apóstolo Paulo conhecia o valor de um espírito agradecido, e por isto exortou os outros a seguirem seu exemplo. Aos filipenses, ele escreveu: “As vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus [...] com ação de graças” (Fp 4.6).
Paulo mandou os efésios abandonarem as conversas inúteis e se expressarem com ações de graças (Ef 5.4).
No entanto, o apóstolo foi mais adiante. Dar graças tem de vir em conjunto não apenas com as orações e palavras, mas fluir de nós em tudo o que fazemos (Cl 3.17). Devemos dar graças em tudo (1Ts 5.18).
Vemos, assim, que a questão não é ser agradecido aqui e ali; é viver agradecido todos os dias de nossas vidas, Esta é a vontade de Deus para nós. 
(Steven B. Cloud - Sunday School Times & Gospel Herald)

Nenhum comentário:

Postar um comentário