VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

23 de jan de 2013

Devocional Boa Semente 23/01/2013


Eis que tudo isto é obra de Deus, duas e três vezes para com o homem, para desviar a sua alma da perdição (Jó 33:29-30).

UMA PERIGOSA PAIXÃO

Um ex-jogador de futebol deu o seguinte relato:
"O futebol era minha vida. Estava apaixonadamente apegado à bola de couro: era tudo para mim. Por causa do futebol deixava minha família em segundo plano. Exortações e conselhos não serviam de nada. Deus me mostrou o cartão amarelo duas vezes. Primeiro quando escapei por um triz de um acidente; depois com a morte de meus pais. Diante da sepultura de minha mãe, me lembrei da voz dela dizendo: - Filho, por que você não se rende ao Senhor Jesus? Por que você não quer entregar sua vida a Ele? Eu chorei, mas minha paixão acabou sendo mais forte que minha dor.
"Então Deus me chamou pela terceira vez. Ele me mostrou o cartão vermelho, que significava que eu deveria partir. Três graves inflamações me levaram às portas da morte. No hospital esperei em vão a visita de meus companheiros de esporte. Ao invés deles, Deus me mandou uns crentes e empregou todos os meios para me fazer entender o estado de perdição em que estive a vida inteira. Isso provocou uma luta intensa dentro de mim. Eu sempre quis sair vitorioso, mas tive de reconhecer que havia perdido. Quando pensei no porvir, o prazer pelo futebol sumiu. Onde eu iria passar a eternidade?
"Quando saí do hospital, desejei ouvir uma pregação do evangelho. E logo depois, finalmente, tomei a decisão que tanto adiei: me rendi ao Senhor Jesus, e O recebi como meu Senhor e Salvador. Desde aquele dia, Ele é o meu Redentor."
O grande erro desse homem foi ter feito de sua paixão pelo esporte um ídolo que ocupou o lugar do Senhor Jesus no coração dele. E no seu coração, querido leitor, existe algo que esteja à frente do Senhor Jesus? Tudo o que o impede de se render ao Senhor Jesus é um ídolo, e tem de ser removido. Deus está lhe advertindo sobre isso, não espere pelo cartão vermelho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário