VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

31 de mai de 2013

Deus está no controle (Jó 12.1-25)

Admiro francamente a coragem de Jó. Alegro-me em ver que ele não desmorona e diz: “Olhe, você talvez esteja certo, Zofar. Você se parece com aqueles dois outros sujeitos e, portanto, não vou discordar e discutir sobre isto com você”. De modo algum! A censura pesada de Zofar foi de encontro a uma resistência ainda mais forte de Jó.

Para falar a verdade, essa é a única maneira de lidar com um legalista. Eles são também como as baratas! Você as deixa em paz e permite que façam o que quiserem e elas proliferam. Atraem outras. Antes que você perceba, os legalistas dominam. Abrir violentamente o caminho para a liderança é a sua abordagem favorita. Se não conseguirem intimidar, pegam suas trouxas e se mudam (graças ao Senhor). Vão embora.

Houve uma época em minha vida que permiti que os legalistas me controlassem mais que deveria ter deixado. Estou agora ganhando o tempo perdido. A idade tem os seus benefícios. Aprendi da maneira mais difícil: você deve resistir ao fogo com fogo quando os valentões se decidem a mandar. Jó não aceitava nada disso! Ele deteve Zofar como Paulo resistiu aos judaizantes legalistas e não se submeteu a eles nem por um instante (Gálatas 2.5).

Quando Jó finalmente passa a falar, ele diz: “Está bem. Isso basta!” Ele os enfrentou. De minha parte, admiro muito a Jó por não ter ficado ali por mais tempo aceitando a reprovação deles.

Jó declara: “Tudo está ligado ao nosso Deus! É o Deus inescrutável, todo poderoso, que está no controle de todas as coisas. Vocês acham que não sei disso?” E que maneira criativa de dizê-lo! “O Deus a quem sirvo se agrada em destruir as atividades humanas e em desmantelar as suas iniciativas; neste processo ele executa os seus empreendimentos. Só ele tem todo o controle!”.

Jó está tornando claro que só Deus é aquele diante de quem ele se curva, e, ao fazer isso, implica: “Não estou certo de que vocês algum dia o encontraram. Não me intimidem. Embora eu não saiba a razão de sofrer deste modo, posso dizer-lhes que de alguma forma e de algum modo o Deus dos céus, o Deus silencioso, aquele que parece estar ausente de minha perspectiva, continua no controle”.

Você teria condições de dizer a mesma coisa se estivesse na situação de Jó?

* Dia a dia com os heróis da fé – Charles Swindoll

Nenhum comentário:

Postar um comentário