VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

21 de jun de 2013

CRIAÇÃO DE FILHOS


“O filho sábio alegrará a seu pai, mas o homem insensato despreza a sua mãe.” (Provérbios 15.20)
É bem verdade que nossos filhos, quando adultos, são influenciados pela criação que lhes demos em sua juventude. A Palavra de Deus fala claramente que uma criança criada de acordo com os ensinos e padrões estabelecidos na Bíblia não se desviará daquele caminho quando se tornar adulta (Pv 22.6). Os pais que acham que conseguem criar os filhos sem lhes dar uns tapinhas no bumbum, de vez em quando, se acham “mais inteligentes que Deus”.
O versículo acima se refere a filhos sábios e a insensatos, e os efeitos que causarão em seus pais. Mas nossa maneira de criá-los determinará se serão sábios ou insensatos.
Agora vou “mexer no vespeiro”.
Meu coração fica pesado quando me lembro de tantos pais que eram servos fiéis de Deus enquanto os filhos eram novinhos. Quando os filhos eram pequenos, esses pais tomavam posições firmes quanto ao tipo de roupa que deviam vestir, ao corte de cabelo apropriado, aos perigos do cinema, etc.
Porém, quando os filhos se tornaram adolescentes, os rapazes começaram a deixar o cabelo crescer, e as moças passaram a usar vestidos mais curtos. Os pais mudaram sua posição firme e positiva e começaram a abrir exceções para os filhos. O resultado é que os pais perderam o respeito dos filhos, e também das pessoas a quem ministravam. Quando se perde o respeito, o ministério da pessoa é arruinado.
Não falo assim com o intuito de criticar os pais que tenham falhado nessa área, mas para que os pais que têm filhos pequenos permaneçam fiéis a Deus, a sua Palavra, e aos filhos.
Todos nós devemos pedir a Deus que nos capacite a criar nossos filhos de tal maneira que, quando crescerem, falem de nós o que os filhos da mulher sábia de Provérbios falaram dela, chamando-a “[...] bem-aventurada...” (31.28). Se agirmos assim, então nossos filhos, à medida que crescem, serão uma grande ajuda em nosso ministério.
É uma grande verdade que nossos filhos irão reforçar ou arruinar nosso testemunho sobre Deus. Se eles “não derem certo”, será porque nós pais falhamos, e não Deus, que prometeu: “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele” (Pv 22.6).
Sidney W. Hunter
(Biblical Fundamentalist)

Nenhum comentário:

Postar um comentário