VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

1 de ago de 2013

ORE, PASTOR, ORE!


D. L. Moody realizava uma grande campanha evangelística em Chicago, em 1983.
E m determinado dia, Moody teria de pagar várias contas e salários do pessoal envolvido na campanha. Ele precisava de três mil dólares para cumprir suas obrigações financeiras. Moody se reuniu com alguns funcionários cristãos; todos se ajoelharam e oraram sobre a questão.
O evangelista orou de jeito peculiar: “Senhor, preciso muito de dinheiro; preciso de três mil dólares hoje. Se tivesse tempo, eu sairia e levantaria esta quantia. Acontece, Senhor, que tenho de pregar hoje ao meio-dia. Agora são 11h15, e tenho de estar mo local às 12 horas. Deus, à sua maneira, como o senhor já fez muitas vezes, por favor, manda o dinheiro que preciso para continuar sua obra. Agradeço porque o senhor me ouviu”.
Moody, então, se levantou, pegou o chapéu e foi para o teatro, onde pregaria.
Enquanto estava no palco, aguardando sua vez de falar, uma senhora procurou um dos introdutores e pediu que este a levasse até Moddy, pois tinha algo a lhe entregar, e tinha de ser pessoalmente. O introdutor realizou sua vontade, e a mulher entregou um envelope a Moody. Pensando que era uma pergunta que alguém lhe queria fazer, e não tendo tempo para dar a resposta no momento, Moody enfiou o envelope no bolso e foi para o púlpito.
Quando se uniu com os funcionários para o jantar, bem mais tarde, ele se lembrou do acontecido: “Ah, alguém me entregou um envelope. Vejamos do que se trata”.
Ao abrir o envelope, Moody ficou atônito ao se deparar com um cheque de três mil dólares, assinado pela esposa de Cyrus W. McCormick, fabricante de tratores para lavoura.
Imediatamente, Moody foi conversar com a esposa do rico industrial. Ela lhe contou que às 11h30 (exatamente quando Moody e os funcionários estavam orando) algo lhe revelou que o senhor Moody precisava de dinheiro porque estava realizando uma campanha muito grande. Ela, então, se sentou e fez um cheque de mil dólares. Aí, veio-lhe outro pensamento—que ela teria de aumentar a quantia. A mulher rasgou o primeiro cheque, e fez um de dois mil dólares.
Outro pensamento veio-lhe de imediato e levou-a a rasgar o segundo cheque. Ela, então, fez outro de três mil dólares, colocou-o num envelope, selou-o e mandou uma empregada colocá-lo no correio. Mas antes que isto acontecesse, outro pensamento lhe veio: Talvez o senhor Moody precise do dinheiro hoje mesmo.
A senhora descobriu onde Moody estava pregando naquela hora e mandou a empregar até lá, dando-lhe instruções específicas para que entregasse pessoalmente o envelope ao pastor
Moody.
(Hyman Appelman)

Nenhum comentário:

Postar um comentário