VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

25 de dez de 2013

O PRESENTE

Paulo foi de carro novo—presente de Natal—para o trabalho. No fim do expediente, viu um menino de olhar fixo no carro. O garoto lhe perguntou: “Este carro é do senhor?” Paulo respondeu: “Ganhei do meu irmão no Natal”.
O menino ficou de boca aberta. “O senhor ganhou este carro do seu irmão?”
Paulo confirmou: “Ganhei”.
O menino respondeu: “Eu gostaria...”.
Paulo achou que ele iria dizer que gostaria de ter um irmão igual ao seu, mas ficou sem fala quando o menino continuou: “Eu gostaria de ser um irmão assim”. Paulo ficou tão emocionado que, num impulso, ofereceu: “Você gostaria de dar uma volta no meu carro?”
“Claro!”, e timidamente perguntou: “Dá pra gente passar lá em casa, pra o meu irmão ver?” Paulo achou que o menino queria se exibir para o irmão.
Quando pararam na frente da casa, o menino pediu: “O senhor pode esperar um pouquinho? Volto já”. Dentro de alguns minutos, o garoto voltou carregando o irmão paralítico, por causa de poliomielite.
“Olha só, Beto. Exatamente como falei. O senhor aí não pagou nadinha por essa beleza. Um dia, vou comprar um carro igualzinho pra você. Nós dois vamos andar por todos os cantos e ver todas as coisas de que sempre falo.”
Neste Natal, vamos imitar esse garoto. A questão não é quanto vamos receber ou dar no Natal, mas como iremos viver.
Com a mente de Cristo, creio que podemos exibir um espírito que transforma o Natal em carne e osso, e seja verdadeiro, provando que tudo o mais e faz-de-conta.
(Autor desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário