VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

19 de jan de 2014

O GRITO DA VITÓRIA

 MATEUS 27:50-54

Nos meus tempos de garoto, eu gostava muito de assistir filmes de Tarzan, o Rei das Selvas. Naquela época não existiam os heróis de hoje, os heróis eletrônicos, que seguram as crianças nos sofás da sala. Nos meus tempos de garoto não existiam video-games, com seus movimentos multicores. Era tudo mais natural, mais ingênuo, mais puro. Mas o que mais me fascinava nos filmes de Tarzan, eram seus gritos, chamando todos os animais da selva, para uma luta contra os malfeitores, que além de matar índios, depredavam as matas, provocando enormes prejuízos à fauna e à flora. Gritos de Tarzan... Tudo passou... 
O astro que fazia o papel de Tarzan, morreu louco, e velho, depois de uma brilhante carreira no cinema. Mas ainda tenho
Mas deixe-me dizer a você amado ouvinte, que há quase doi mil anos, um homem deu um grito que mudou completamente, os rumos da história humana, e não apenas isto, mas mudou radicalmente o coração humano. Foi um grito de dor, um grito de agonia, pois o Filho de Deus, Jesus morria na cruz do Calvário, e seu grito, grito de dor, desencadeou a maior bênção da história. O Templo Sagrado cuja cortina só era aberta ao Sumo Sacerdote, foi rasgado de alto à baixo, dando acesso à todos os homens, judeus, gregos, negros, brancos. Assim como o Mar Vermelho foi aberto para passagem do povo hebreu, o templo foi aberto para a passagem de todos os que aceitam o Filho Amado de Deus, como Salvador pessoal. O grito de dor, do Nazareno, abriu os sepulcros, e diz a Bíblia, que muitos crentes que haviam morrido, ressuscitaram, entrando na cidade, aparecendo a muitos. Só através do grito de Jesus, é que os túmulos se abrem. A morte foi pois vencida lá no Calvário. Aliás, estamos aguardando o retorno de Jesus à terra, quando os mortos em Cristo serão ressuscitados, para subir juntamente com os crentes arrebatados. Depois de ver o céu todo negro, vários terremotos, o centurião que guardava Jesus na cruz, confessou:“Verdadeiramente, este era o Filho de Deus!” Como vemos, foi necessário que o chão tremesse, para que aquele homem, reconhecesse Jesus como Filho de Deus. Esperamos que o amado ouvinte, não espere a terra tremer, para reconhecer Jesus, como Salvador pessoal, isto pode ser extremamente perigoso. O carcereiro da cidade de Filipos converteu-se à Cristo, depois de um grande terremoto. Ia se matar, quando as palavras benditas de Paulo, ecoam naquele cárcere: “Não te faças nenhum mal todos aqui estamos”. “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa”. Naquele mesmo dia, o carcereiro encontrou a vida.
A mansidão de Jesus, sempre impressionou os homens, porem muitos só o reconhecem depois de um grande susto, depois de um terremoto, depois de uma grave doença, por exemplo.
Quando o Senhor Jesus morreu no Calvário, depois de um grito de dor, todos pensavam que aquele era o fim de tudo, mas alí começava o maior milagre de todos os tempos. Cumpriu Ele a Lei, a graça de Deus foi estabelecida, a salvação eterna garantida, a morte vencida. 
gravados na mente seus gritos de herói. Os gritos do comandante fazem a tropa avançar contra o inimigo, o grito da mãe acalma o filho rebelde. O grito de um Anjo, impediu que Abraão imolasse o próprio filho, em Gênesis.
Quando garoto, meu herói preferido era Tarzan e seu grito, hoje, vejo que só existe um herói no Universo, Aquele que deu um grito na cruz, produzindo o maior milagre da história: A VITÓRIA SOBRE A MORTE, e Ele provou isto três dias depois, quando ressuscitou, para nunca mais morrer!

Pr. Oscar de Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário