VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

13 de fev de 2014

O ABORTO É PECADO?


Uma mãe subiu ao consultório médico carregando uma linda criança de um ano de idade. Sentando-se próxima ao médico da família ela disse: “Doutor, eu preciso que o senhor me ajude pois estou com um problema: Meu nenê só tem um ano de idade e eu estou grávida de novo; eu não quero ter crianças tão perto uma da outra.”
“O que você espera que eu faça”? perguntou o médico.
“Oh, qualquer coisa para me livrar dessa gravidez” ela replicou.
Depois de pensar seriamente por um momento o médico disse: “Eu acho que posso sugerir um método melhor para ajudar você. Se você não quer ter duas crianças com idades tão próximas, o melhor caminho é matar esta que está em seu colo, para mim não faz diferença qual vai morrer. Além disso, pode ser perigoso para você se eu aceitar matar a que está para nascer.” Tão logo o médico terminou de falar, ele se aproximou de uma faca, e continuou pedindo à mãe para deitar o bebê em seu colo, e virar sua cabeça para o outro lado. A mulher quase desmaiou enquanto pulava da cadeira e pronunciava uma palavra, “Assassino”.
Poucas palavras do médico logo convenceram a jovem mãe que a oferta dele para cometer assassinato não era pior do que o pedido que ela havia feito para abortar a criança que estava em seu ventre. Em ambos os casos seria Assassinato. A única diferença seria na idade da criança.
(Do jornal “Pulpit Helps”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário