VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

17 de mar de 2014

VOCÊ ESTA “CANSADO DE FAZER BEM?”


Paulo não dá essa admoestação em Gálatas 6:9, “E não cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecidos.”
Um cientista uma vez conduziu uma experiência em seu laboratório. Ele suspendeu uma bola de ferro de uma tonelada do teto, prendendo-a a um cabo forte o bastante para sustentar o seu peso. Ao lado da enorme bola de ferro, ele pendurou uma pequena esfera feita de madeira leve, presa ao teto por uma linha. Um mecanismo elétrico mantinha a pequena bola balançando lentamente, como um pêndulo, contra o peso do ferro.
Com o tempo, depois de dias de balanço incenssante da parte da bola de madeira, a bola de ferro pesando uma tonelada, começou a balançar gentilmente em harmonia com a pequena bola de madeira. Gradualmente seu movimento aumentou até que ela estava fazendo um arco largo, tudo porque uma pequena bola continuou batendo persistemente no seu lado enorme, todos os dias.
Nossos esforços para influênciar pessoas a amarem a Deus, aceitarem a Cristo como Salvador e viver debaixo da orientação do Espírito Santo, deve ser tão gentil como o empurrar da pequena bola de madeira, mas nós também devemos ser persistentes e fiéis.
 
(Do jornal “Pulpit Helps”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário