VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

5 de abr de 2014

Leitura Cronológica Anual da Bíblia (Mês 11, dia 30)

2 Coríntios  4-6

2 Coríntios  4

 (1) POR isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; (2) Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. (3) Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. (4) Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. (5) Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. (6) Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. (7) Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. (8) Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. (9) Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; (10) Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; (11) E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. (12) De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida. (13) E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos. (14) Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco. (15) Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus. (16) Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. (17) Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; (18) Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

2 Coríntios  5

 (1) PORQUE sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. (2) E por isso também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu; (3) Se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus. (4) Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. (5) Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito. (6) Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor (7) (Porque andamos por fé, e não por vista). (8) Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor. (9) Pois que muito desejamos também ser-lhe agradáveis, quer presentes, quer ausentes. (10) Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal. (11) Assim que, sabendo o temor que se deve ao Senhor, persuadimos os homens à fé, mas somos manifestos a Deus; e espero que nas vossas consciências sejamos também manifestos. (12) Porque não nos recomendamos outra vez a vós; mas damo-vos ocasião de vos gloriardes de nós, para que tenhais que responder aos que se gloriam na aparência e não no coração. (13) Porque, se enlouquecemos, é para Deus; e, se conservamos o juízo, é para vós. (14) Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram. (15) E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. (16) Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo. (17) Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (18) E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; (19) Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. (20) De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. (21) Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.

2 Coríntios  6

 (1) E NÓS, cooperando também com ele, vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão (2) (Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação). (3) Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado; (4) Antes, como ministros de Deus, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias, (5) Nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns, (6) Na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido, (7) Na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda, (8) Por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama; como enganadores, e sendo verdadeiros; (9) Como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo, e eis que vivemos; como castigados, e não mortos; (10) Como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo. (11) Ó coríntios, a nossa boca está aberta para vós, o nosso coração está dilatado. (12) Não estais estreitados em nós; mas estais estreitados nos vossos próprios afetos. (13) Ora, em recompensa disto, (falo como a filhos) dilatai-vos também vós. (14) Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? (15) E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? (16) E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. (17) Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; (18) E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário