VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

25 de abr de 2014

ORGULHO


Nós nos orgulhamos de nosso nascimento e classe social, mas sobre Jesus ouvimos: “Não é este o filho do carpinteiro”?
Nós nos orgulhamos de nossas possessões, mas sobre Jesus ouvimos: “O Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”.
Nós nos orgulhamos de nossa respeitabilidade, mas sobre Jesus ouvimos: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré”?
Nós nos orgulhamos de nossa aparência exterior, mas sobre Jesus ouvimos: “Olhando nós para ele, não havia boa aparência nele para que o desejássemos”.
Nós nos orgulhamos de nossa reputação, mas sobre Jesus ouvimos: “Eis aí um homem comilão e beberrão”.
Nós nos orgulhamos de nossos relacionamentos, mas sobre Jesus ouvimos: “Eis aí um amigo de publicanos e de pecadores”.
Nós nos orgulhamos de nossa independência, mas sobre Jesus ouvimos: “Jesus entregou-SE às pessoas e pediu água à mulher samaritana”. 
Nós nos orgulhamos de nossos diplomas e conhecimentos, mas sobre Jesus ouvimos, que embora jamais tivera freqüentado uma faculdade: “Como sabe este letras, não as tendo aprendido”?
Nós nos orgulhamos de nossos cargos e posições, mas sobre Jesus ouvimos: “Eu sou entre
vós como aquele que serve”.
Nós nos orgulhamos de nosso sucesso, mas sobre Jesus ouvimos: “Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam e não creram nele. Ele foi desprezado e rejeitado”.
Nós nos orgulhamos de nossa autoconfiança, mas sobre Jesus ouvimos: “Ele desceu a Nazaré, e lá chegando, sujeitou-SE a eles”.
Nós nos orgulhamos de nossas habilidades, mas sobre Jesus ouvimos: “Que ele nada podia fazer por si mesmo”.
Nós nos orgulhamos de nossa vontade própria, mas sobre Jesus ouvimos: “Eu não busco a minha própria vontade, mas a vontade do Pai…se tu quiseres, tira de mim este cálice, porém, não seja como eu quero, mas como tu queres”.
Nós nos orgulhamos de nosso intelecto, mas sobre Jesus ouvimos: “Como o Pai me tem ensinado, assim falo estas coisas”. Nós nos orgulhamos de nosso ressentimento e rancor justificável, mas sobre Jesus ouvimos: “Pai, perdoa-lhes, que não sabem o que fazem”.
Nós nos orgulhamos no fato de termos sido feitos justiça de Deus, porém sobre Jesus ouvimos: “Aquele que não conheceu pecado, fez-se pecado por nós, para que nele fôssemos feitos justiça de Deus”. II Cor.5:21

Sword of the Lord - Milton Hubbard

Nenhum comentário:

Postar um comentário