VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

30 de jul de 2014

ENCORAJE SEU PASTOR

Como você vê seu pastor? Pregador da Palavra de Deus, líder espiritual e guia do rebanho, conselheiro bíblico nas necessidades ou nos problemas — seu pastor é tudo isso. Mas também é um homem que precisa ser encorajado pelas ovelhas. Deus colocou uma grande responsabilidade nos ombros do seu pastor (Hebreus 13.17).
“Uma palavra dita a seu tempo”, ou um gesto simpático de apreciação, “é como maçãs de ouro em salvas de prata”, diz Provérbios 25.11. Hebreus 10.24-25 nos lembra de que devemos estimular uns aos outros às boas obras e nos admoestar mutuamente quando nos reunimos. O pastor está incluído nisso. Quando vamos à igreja, pensamos em encorajar o pastor? Hebreus 13 é ainda mais direto, exortando-nos a ter em mente aqueles que nos guiam e ensinam a Palavra de Deus (v.7), e a ser submissos às suas instruções (v.17).
Não se esqueça da família do pastor. Ela precisa do apoio carinhoso da igreja. Algumas vezes a família do pastor é esquecida à sua sombra. Outras vezes, espera-se demais dela. A família do pastor é parte vital de seu ministério, e precisa de encorajamento também.
A seguir, apresentamos algumas sugestões de como encorajar seu pastor e família, essas pessoas que Deus escolheu para ser uma parte importante de sua vida.
Ore diariamente pelo pastor e família.
Parece uma coisa tão simples, mas é quase sempre esquecida. O pastor enfrenta tentações, provações e desencorajamento no seu dia-a-dia. Ore pela pureza divina na vida dele, pelo poder divino em seu ministério e para que ele tenha sabedoria em administrar seu horário.
Ore também por sua família. Para que sua esposa seja a companheira que ele precisa na realização do ministério para o qual foi chamado. Ore para que Deus mantenha seu casamento forte e vibrante. Ore para que tenham sabedoria na educação dos filhos. Ore para que os filhos amem e sirvam ao Senhor com pureza de coração, e para que Deus lhes dê amor pelo ministério em que a família foi chamada a servir.
Diga ao seu pastor que você ora por ele regularmente; isso vai significar muito para ele. Nunca esquecerei de quando Deus me acordou no meio da noite para que orasse pelo meu pastor. Ele estava na Rússia, numa viagem missionária de três semanas. Deus colocou em meu coração, de modo muito forte, que o pastor precisava desesperadamente de minha oração naquela hora exata. Orei e voltei para cama. Quando o pastor retornou, mencionei-lhe isso de passagem. Depois de verificar datas e horários, descobrimos que orei quando ele estava muito doente e sem nenhum recurso médico por perto. Deus restaurou sua saúde e gravou em meu coração a importância de orar por todos os pastores.
Conheça melhor seu pastor e família.
Às vezes temos a impressão que o pastor e sua família não têm os mesmos interesses, necessidades e problemas que nós. Os filhos de pastor são crianças normais que precisam de amigos do mesmo jeito que os nossos filhos precisam. Convide seu pastor e família para uma refeição, para um lanche ou para algumas horas de lazer em sua casa. Conversem sobre coisas não relacionadas à igreja. Chame os filhos dele para brincar em sua casa. Convide sua esposa para um passeio. Cuide de seus filhos quando necessário.
Certa vez, convidamos o pastor e esposa para jantar fora e ir ao teatro conosco. Rimos e conversamos muito, mas não falamos sobre nada do que estava acontecendo na igreja. Ao se despedir, os dois afirmaram que foi maravilhoso sair, divertir-se e ser eles mesmos.
Lembre-se das datas importantes. 
Envie-lhes cartões de aniversários e em outras datas especiais, mostrando-lhes como são importantes para você.
Todos os anos, no Natal, nossa igreja presenteia de modo especial o pastor e família, expressado-lhes nosso amor e gratidão. 
É importante para eles, porém também o é para a igreja como família. É assim que mostramos a eles nosso amor como grupo.
Mas não espere por ocasiões importantes para mostrar sua apreciação. A esposa do meu pastor disse-me que certa vez estava muito desanimada e pediu que Deus lhe mandasse alguma fonte de encorajamento no mesmo dia. Poucas horas depois a campainha tocou e uma floricultura lhe entregou um lindo ramalhete de flores, enviado por uma pessoa da igreja. Deus havia tocado o coração de alguém exatamente quando ela orou!
Conte ao pastor como Deus o tem usado em sua vida.
Quando um sermão em particular ou uma lição da EBD falar diretamente ao seu coração, ou ajudá-lo a entender um assunto difícil, conte ao pastor. Ele se sentirá encorajado ao saber que sua congregação está crescendo no andar cristão. Se você é professor de classe na igreja, relate ao pastor as bênçãos e o crescimento que têm acontecido na vida de seus alunos.
Ele ficará alegre em saber que Deus está usando as ovelhas de sua igreja para ministrar a outras pessoas. Foi para isso que Deus o chamou — para equipar os santos ao trabalho do ministério (Efésios 4.11-12).
Por falar em Efésios 4, Paulo relata neste capítulo as várias dádivas de liderança que Deus deu à igreja. Os pastores estão entre essas dádivas. Não há dúvidas de que Deus nos colocou sob a liderança do pastor que temos. Você está fazendo sua parte na edificação e encorajamento de seu pastor e família?
Meredith McKinney
(Amigão do Pastor VOL. 08 - Nº 01 AGO/00)

Nenhum comentário:

Postar um comentário