VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

17 de ago de 2014

SINCERAMENTE

Da próxima vez que você receber um cartão ou uma carta, dê uma olhada no final para ver como termina. Talvez se encerre com uma simples palavra; quem sabe uma das mais poderosas de qualquer idioma. Embora muitas vezes negligenciada, seu significado tem uma história preciosa. Que palavra misteriosa é esta? A palavra é: “Sinceramente,”
A definição atual da raiz desta palavra, “sincero”, é “honesto, genuíno”. No entanto, precisamos voltar ao original grego se quisermos descobrir sua fascinante procedência. A palavra original para “sincero” é composta de outras duas: ‘helile’(que significa “os raios do sol”) e ‘krino’ ( que significa “julgado pela luz do sol”). Estas duas palavras formam uma nova — ‘eilikrines’— que quer dizer “provado como sendo genuíno”.
Nas culturas antigas era comum a venda de cerâmica nos mercados. Às vezes um objeto rachava e perdia o valor. Alguns negociantes usavam cera na tentativa de esconder ou disfarçar as rachaduras. O objeto parecia perfeito — até ser enchido com algum líquido. Só então o comprador desavisado descobria as rachaduras! 
Por isso tornou-se comum o comprador examinar a cerâmica contra o sol. Se o objeto tivesse alguma rachadura, esta se tornaria imediatamente visível. Os raios brilhariam através das rachaduras, mesmo que tivessem sido preenchidas com cera. A cerâmica era literalmente “julgada pela luz do sol” e “provada como sendo genuína”!
Isto me faz lembrar como, no final de seu ministério terreno, Jesus Cristo provou seu amor por todos nós. A Bíblia o descreve da seguinte maneira, em Romanos 5.8: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”. Com sua morte na cruz, Jesus pagou por seus pecados, pelos meus e pelos de todas as pessoas do mundo. Seu amor por nós foi verdadeiramente “provado como sendo genuíno”.
Acredito que toda a vida de Jesus Cristo é uma carta viva, endereçada a você e a mim. Nela Jesus descreve, nos mínimos detalhes, seu amor por nós. Por meio de sua morte na cruz, Jesus finalizou sua carta da seguinte maneira: “Sinceramente,”
E como é que você fica? Já sabe que Jesus o ama? Que por causa desse amor seu passado, seus erros e seus pecados foram perdoados? Porque Jesus o ama, você poderá viver eternamente com ele no Céu!
(Extraído de um E-mail intitulado “All I Have Seen” (Tudo que já presenciei), escrito pelo pastor Roy Irwin, que detém os direitos autorais.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário