VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

1 de nov de 2014

Plano de Leitura Bíblica em um Ano (Mês 2, dia 9)

Números 1-3

Números 1

 (1) FALOU mais o SENHOR a Moisés no deserto de Sinai, na tenda da congregação, no primeiro dia do segundo mês, no segundo ano da sua saída da terra do Egito, dizendo: (2) Tomai a soma de toda a congregação dos filhos de Israel, segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais, conforme o número dos nomes de todo o homem, cabeça por cabeça; (3) Da idade de vinte anos para cima, todos os que em Israel podem sair à guerra, a estes contareis segundo os seus exércitos, tu e Arão. (4) Estará convosco, de cada tribo, um homem que seja cabeça da casa de seus pais. (5) Estes, pois, são os nomes dos homens que estarão convosco: De Rúben, Elizur, filho de Sedeur; (6) De Simeão, Selumiel, filho de Zurisadai; (7) De Judá, Naasson, filho de Aminadabe; (8) De Issacar, Natanael, filho de Zuar; (9) De Zebulom, Eliabe, filho de Helom; (10) Dos filhos de José: De Efraim, Elisama, filho de Amiúde; de Manassés, Gamaliel, filho de Pedazur; (11) De Benjamim, Abidã, filho de Gideoni; (12) De Dã, Aieser, filho de Amisadai; (13) De Aser, Pagiel, filho de Ocrã; (14) De Gade, Eliasafe, filho de Deuel; (15) De Naftali, Aira, filho de Enã. (16) Estes foram os chamados da congregação, os príncipes das tribos de seus pais, os cabeças dos milhares de Israel. (17) Então tomaram Moisés e Arão a estes homens, que foram declarados pelos seus nomes, (18) E reuniram toda a congregação no primeiro dia do mês segundo, e declararam a sua descendência segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, cabeça por cabeça; (19) Como o SENHOR ordenara a Moisés, assim os contou no deserto de Sinai. (20) Foram, pois, os filhos de Rúben, o primogênito de Israel, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes, cabeça por cabeça, todo o homem de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (21) Foram contados deles, da tribo de Rúben, quarenta e seis mil e quinhentos. (22) Dos filhos de Simeão, as suas gerações pelas suas famílias, segundo a casa dos seus pais; os seus contados, pelo número dos nomes, cabeça por cabeça, todo o homem de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (23) Foram contados deles, da tribo de Simeão, cinqüenta e nove mil e trezentos. (24) Dos filhos de Gade, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (25) Foram contados deles, da tribo de Gade, quarenta e cinco mil e seiscentos e cinqüenta. (26) Dos filhos de Judá, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais; pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (27) Foram contados deles, da tribo de Judá, setenta e quatro mil e seiscentos. (28) Dos filhos de Issacar, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (29) Foram contados deles da tribo de Issacar, cinqüenta e quatro mil e quatrocentos. (30) Dos filhos de Zebulom, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (31) Foram contados deles, da tribo de Zebulom, cinqüenta e sete mil e quatrocentos. (32) Dos filhos de José, dos filhos de Efraim, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (33) Foram contados deles, da tribo de Efraim, quarenta mil e quinhentos. (34) Dos filhos de Manassés, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (35) Foram contados deles, da tribo de Manassés, trinta e dois mil e duzentos. (36) Dos filhos de Benjamim, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (37) Foram contados deles, da tribo de Benjamim, trinta e cinco mil e quatrocentos. (38) Dos filhos de Dã, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (39) Foram contados deles, da tribo de Dã, sessenta e dois mil e setecentos. (40) Dos filhos de Aser, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (41) Foram contados deles, da tribo de Aser, quarenta e um mil e quinhentos. (42) Dos filhos de Naftali, as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra, (43) Foram contados deles, da tribo de Naftali, cinqüenta e três mil e quatrocentos. (44) Estes foram os contados, que contaram Moisés e Arão, e os príncipes de Israel, doze homens, cada um era pela casa de seus pais. (45) Assim foram todos os contados dos filhos de Israel, segundo a casa de seus pais, de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra em Israel; (46) Todos os contados eram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta. (47) Mas os levitas, segundo a tribo de seus pais, não foram contados entre eles, (48) Porquanto o SENHOR tinha falado a Moisés, dizendo: (49) Porém não contarás a tribo de Levi, nem tomarás a soma deles entre os filhos de Israel; (50) Mas tu põe os levitas sobre o tabernáculo do testemunho, e sobre todos os seus utensílios, e sobre tudo o que pertence a ele; eles levarão o tabernáculo e todos os seus utensílios; e eles o administrarão, e acampar-se-ão ao redor do tabernáculo. (51) E, quando o tabernáculo partir, os levitas o desarmarão; e, quando o tabernáculo se houver de assentar no arraial, os levitas o armarão; e o estranho que se chegar morrerá. (52) E os filhos de Israel armarão as suas tendas, cada um no seu esquadrão, e cada um junto à sua bandeira, segundo os seus exércitos. (53) Mas os levitas armarão as suas tendas ao redor do tabernáculo do testemunho, para que não haja indignação sobre a congregação dos filhos de Israel, pelo que os levitas terão o cuidado da guarda do tabernáculo do testemunho. (54) Assim fizeram os filhos de Israel; conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés, assim o fizeram.

Números 2

 (1) E FALOU o SENHOR a Moisés e a Arão, dizendo: (2) Os filhos de Israel armarão as suas tendas, cada um debaixo da sua bandeira, segundo as insígnias da casa de seus pais; ao redor, defronte da tenda da congregação, armarão as suas tendas. (3) Os que armarem as suas tendas do lado do oriente, para o nascente, serão os da bandeira do exército de Judá, segundo os seus esquadrões, e Naassom, filho de Aminadabe, será príncipe dos filhos de Judá. (4) E o seu exército, os que foram contados deles, era de setenta e quatro mil e seiscentos. (5) E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Issacar; e Natanael, filho de Zuar, será príncipe dos filhos de Issacar. (6) E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e quatro mil e quatrocentos. (7) Depois a tribo de Zebulom; e Eliabe, filho de Helam, será príncipe dos filhos de Zebulom. (8) E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e sete mil e quatrocentos. (9) Todos os que foram contados do exército de Judá, cento e oitenta e seis mil e quatrocentos, segundo os seus esquadrões, estes marcharão primeiro. (10) A bandeira do exército de Rúben, segundo os seus esquadrões, estará para o lado do sul; e Elizur, filho de Sedeur, será príncipe dos filhos de Rúben, (11) E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e seis mil e quinhentos. (12) E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Simeão; e Selumiel, filho de Zurisadai, será príncipe dos filhos de Simeão. (13) E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e nove mil e trezentos. (14) Depois a tribo de Gade; e Eliasafe, filho de Reuel, será príncipe dos filhos de Gade. (15) E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e cinco mil e seiscentos e cinqüenta. (16) Todos os que foram contados no exército de Rúben foram cento e cinqüenta e um mil e quatrocentos e cinqüenta, segundo os seus esquadrões; e estes marcharão em segundo lugar. (17) Então partirá a tenda da congregação com o exército dos levitas no meio dos exércitos; como armaram as suas tendas, assim marcharão, cada um no seu lugar, segundo as suas bandeiras. (18) A bandeira do exército de Efraim segundo os seus esquadrões, estará para o lado do ocidente; e Elisama, filho de Amiúde, será príncipe dos filhos de Efraim. (19) E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta mil e quinhentos. (20) E junto a ele estará a tribo de Manassés; e Gamaliel, filho de Pedazur, será príncipe dos filhos de Manassés. (21) E o seu exército, os que foram contados deles, era de trinta e dois mil e duzentos. (22) Depois a tribo de Benjamim; e Abidã, filho de Gideoni, será príncipe dos filhos de Benjamim, (23) E o seu exército, os que foram contados deles, era de trinta e cinco mil e quatrocentos. (24) Todos os que foram contados no exército de Efraim foram cento e oito mil e cem, segundo os seus esquadrões; e estes marcharão em terceiro lugar. (25) A bandeira do exército de Dã estará para o norte, segundo os seus esquadrões; e Aieser, filho de Amisadai, será príncipe dos filhos de Dã. (26) E o seu exército, os que foram contados deles, era de sessenta e dois mil e setecentos. (27) E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Aser; e Pagiel, filho de Ocrã, será príncipe dos filhos de Aser. (28) E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e um mil e quinhentos. (29) Depois a tribo de Naftali; e Aira, filho de Enã, será príncipe dos filhos de Naftali. (30) E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e três mil e quatrocentos. (31) Todos os que foram contados no exército de Dã foram cento e cinqüenta e sete mil e seiscentos; estes marcharão em último lugar, segundo as suas bandeiras. (32) Estes são os que foram contados dos filhos de Israel, segundo a casa de seus pais; todos os que foram contados dos exércitos pelos seus esquadrões foram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta. (33) Mas os levitas não foram contados entre os filhos de Israel, como o SENHOR ordenara a Moisés. (34) E os filhos de Israel fizeram conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés; assim armaram o arraial segundo as suas bandeiras, e assim marcharam, cada qual segundo as suas gerações, segundo a casa de seus pais.

Números 3

 (1) E ESTAS são as gerações de Arão e de Moisés, no dia em que o SENHOR falou com Moisés, no monte Sinai. (2) E estes são os nomes dos filhos de Arão: o primogênito Nadabe; depois Abiú, Eleazar e Itamar. (3) Estes são os nomes dos filhos de Arão, dos sacerdotes ungidos, cujas mãos foram consagradas para administrar o sacerdócio. (4) Mas Nadabe e Abiú morreram perante o SENHOR, quando ofereceram fogo estranho perante o SENHOR no deserto de Sinai, e não tiveram filhos; porém Eleazar e Itamar administraram o sacerdócio diante de Arão, seu pai. (5) E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: (6) Faze chegar a tribo de Levi, e põe-na diante de Arão, o sacerdote, para que o sirvam, (7) E tenham cuidado da sua guarda, e da guarda de toda a congregação, diante da tenda da congregação, para administrar o ministério do tabernáculo. (8) E tenham cuidado de todos os utensílios da tenda da congregação, e da guarda dos filhos de Israel, para administrar o ministério do tabernáculo. (9) Darás, pois, os levitas a Arão e a seus filhos; dentre os filhos de Israel lhes são dados em dádiva. (10) Mas a Arão e a seus filhos ordenarás que guardem o seu sacerdócio, e o estranho que se chegar morrerá. (11) E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: (12) E eu, eis que tenho tomado os levitas do meio dos filhos de Israel, em lugar de todo o primogênito, que abre a madre, entre os filhos de Israel; e os levitas serão meus. (13) Porque todo o primogênito é meu; desde o dia em que tenho ferido a todo o primogênito na terra do Egito, santifiquei para mim todo o primogênito em Israel, desde o homem até ao animal: meus serão; Eu sou o SENHOR. (14) E falou o SENHOR a Moisés no deserto de Sinai, dizendo: (15) Conta os filhos de Levi, segundo a casa de seus pais, pelas suas famílias; contarás a todo o homem da idade de um mês para cima. (16) E Moisés os contou conforme ao mandado do SENHOR, como lhe foi ordenado. (17) Estes, pois, foram os filhos de Levi pelos seus nomes: Gérson, e Coate e Merari. (18) E estes são os nomes dos filhos de Gérson pelas suas famílias: Libni e Simei. (19) E os filhos de Coate pelas suas famílias: Amrão, e Izar, Hebrom e Uziel. (20) E os filhos de Merari pelas suas famílias: Mali e Musi; estas são as famílias dos levitas, segundo a casa de seus pais. (21) De Gérson é a família dos libnitas e a família dos simeítas; estas são as famílias dos gersonitas. (22) Os que deles foram contados pelo número de todo o homem da idade de um mês para cima, sim, os que deles foram contados eram sete mil e quinhentos. (23) As famílias dos gersonitas armarão as suas tendas atrás do tabernáculo, ao ocidente. (24) E o príncipe da casa paterna dos gersonitas será Eliasafe, filho de Lael. (25) E os filhos de Gérson terão a seu cargo, na tenda da congregação, o tabernáculo, a tenda, a sua coberta, e o véu da porta da tenda da congregação. (26) E as cortinas do pátio, e o pavilhão da porta do pátio, que estão junto ao tabernáculo e junto ao altar, em redor; como também as suas cordas para todo o seu serviço. (27) E de Coate é a família dos amramitas, e a família dos jizaritas, e a família dos hebronitas, e a família dos uzielitas; estas são as famílias dos coatitas. (28) Pelo número contado de todo o homem da idade de um mês para cima, eram oito mil e seiscentos, que tinham cuidado da guarda do santuário. (29) As famílias dos filhos de Coate armarão as suas tendas ao lado do tabernáculo, do lado do sul. (30) E o príncipe da casa paterna das famílias dos coatitas será Elisafã, filho de Uziel. (31) E a sua guarda será a arca, e a mesa, e o candelabro, e os altares, e os utensílios do santuário com que ministram, e o véu com todo o seu serviço. (32) E o príncipe dos príncipes de Levi será Eleazar, filho de Arão, o sacerdote; terá a superintendência sobre os que têm cuidado da guarda do santuário. (33) De Merari é a família dos malitas e a família dos musitas; estas são as famílias de Merari. (34) E os que deles foram contados pelo número de todo o homem de um mês para cima, foram seis mil e duzentos. (35) E o príncipe da casa paterna das famílias de Merari será Zuriel, filho de Abiail; armarão as suas tendas ao lado do tabernáculo, do lado do norte. (36) E os filhos de Merari terão a seu cargo as tábuas do tabernáculo, os seus varais, as suas colunas, as suas bases, e todos os seus utensílios, com todo o seu serviço. (37) E as colunas do pátio em redor, e as suas bases, as suas estacas e as suas cordas. (38) E os que armarão as suas tendas diante do tabernáculo, ao oriente, diante da tenda da congregação, para o nascente, serão Moisés e Arão, com seus filhos, tendo o cuidado da guarda do santuário, pela guarda dos filhos de Israel; e o estranho que se chegar morrerá. (39) Todos os que foram contados dos levitas, que contaram Moisés e Arão por mandado do SENHOR, segundo as suas famílias, todo o homem de um mês para cima, foram vinte e dois mil. (40) E disse o SENHOR a Moisés: Conta todo o primogênito homem dos filhos de Israel, da idade de um mês para cima, e toma o número dos seus nomes, (41) E para mim tomarás os levitas (eu sou o SENHOR), em lugar de todo o primogênito dos filhos de Israel, e os animais dos levitas, em lugar de todo o primogênito entre os animais dos filhos de Israel. (42) E contou Moisés, como o SENHOR lhe ordenara, todo o primogênito entre os filhos de Israel. (43) E todos os primogênitos homens, pelo número dos nomes dos da idade de um mês para cima, segundo os que eram contados deles, foram vinte e dois mil e duzentos e setenta e três. (44) E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: (45) Toma os levitas em lugar de todo o primogênito entre os filhos de Israel, e os animais dos levitas em lugar dos seus animais; porquanto os levitas serão meus: Eu sou o SENHOR. (46) Quanto aos duzentos e setenta e três, que se houverem de resgatar dos primogênitos dos filhos de Israel, que excedem ao número dos levitas, (47) Tomarás, por cabeça, cinco siclos; conforme ao siclo do santuário os tomarás, a vinte geras o siclo. (48) E a Arão e a seus filhos darás o dinheiro dos resgatados, dos que sobram entre eles. (49) Então Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam sobre os resgatados pelos levitas. (50) Dos primogênitos dos filhos de Israel recebeu o dinheiro, mil e trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. (51) E Moisés deu o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário