VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

21 de out de 2015

APRENDENDO A CONFIAR

“Querido Senhor, o que devo fazer? Estou tão preocupada com minha filhinha, mas não posso ficar junto dela o tempo todo e protegê-la”.
A noite era quente e muito escura. Eu ouvia o barulho de alguns jacarés não muito distantes de minha casa. Pássaros, sapos e outras criaturas noturnas juntavam-se num estranho efeito sonoro à minha oração. Deixei a cama silenciosamente e caminhei trepidante na escuridão até a rede onde minha filha de oito anos dormia.
“Senhor, ela tem que andar sozinha de bicicleta, por mais de três quilômetros dentro da mata, para chegar à escola. Há tanto perigo lá fora, sem falar nas cobras.”
Enquanto olhava o perfil sombreado de minha filha, e seu rostinho alvo descansando num braço dobrado, lembrei-me de um fato recente. Minha filha havia chegado ofegante em casa; seus olhos brilhavam e sua voz era quase um grito: “Mamãe, nunca vi uma cobra tão grande e tão gorda! Ela estava esticada de um lado ao outro da estrada! Eu não sabia o que fazer, então enrolei as pernas da calça e passei a bicicleta por cima da cobra!”
Eu podia até ouvir as batidas do meu coração na noite escura. Foi então que uma voz, que parecia vir da escuridão, mas que eu sabia vinha de dentro de mim, falar: “Eu cuidei de sua filha nos Estados Unidos, e posso fazer isso aqui também”. Depois disso, consegui dormir muito bem naquela e em todas as noites seguintes, por 17 anos. Eu entendi que se Deus podia cuidar de uma garota de oito anos, ele podia cuidar de todo o resto.
(Missionária Marge Elan - The Temple Trumpet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário