VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

8 de mai de 2016

OS OLHOS MÁGICOS DE MAMÃE

Minha mãe tinha olhos mágicos, embora eu não soubesse disso na infância. Na verdade, eu já estava bem grande quando descobri isso.
Quando eu era menina, pintei um quadro para minha mãe. Tratava-se de uma paisagem contendo uma árvore bem alta em primeiro plano. Mamãe disse que o quadro era lindo. Anos mais tarde, percebi que a árvore era grossa onde deveria ser fina e retorcida onde deveria ser reta.
Em outra ocasião, bordei-lhe a palavra “Mãe” em uma almofadinha. Os pontos ficaram longe demais um dos outros e bem tortos. Os ilhós ficaram grandes para a largura da fita.
Hoje eu entendo porque mamãe achava meus trabalhos artísticos tão bonitos. Ela os via não com os olhos naturais, mas com os olhos mágicos do amor. Ela não via a árvore torta com seus galhos esquisitos, e sim a criança que havia pintado cuidadosamente seu amor. Mamãe via não os pontos tortos, o desalinho do bordado, mas o dedo espetado pela agulha e as mãozinhas contraídas. Seus olhos mágicos enxergavam além do presente material, viam bem dentro do coraçãozinho que entregava sua oferta de amor. Que olhos maravilhosos uma boa mãe possui!
Para o cristão fiel, o afeto do Pai Celeste é parecido com o amor de mãe. Enxergando além dos erros desatenciosos, das asneiras impensadas e das atitudes imperfeitas de devoção, o Senhor vê um coração humilde, ansioso para amá-lo e servir.
 
(War Cry)

Nenhum comentário:

Postar um comentário