VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

23 de jul de 2014

A Excelência do Ministério Pastoral!

Texto:             1 Timóteo 3:1 - ESTA é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
Tema:              A Excelência do Ministério Pastoral!
INTRODUÇÃO
1)             O ministério pastoral é oficio de excelência.
V                Não como pensão alguns.
V              Que o pastor tem uma vida boa!
V              Não trabalha, só fica em casa.
2)             Este é um pensamento errôneo.
V              O pastor trabalha e muito.
V              Ele está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.
V              Ele lida com diversas situações.
V              Desde doenças, (emocionais, físicas, espirituais), a problemas de relacionamentos. (Interpessoais, conjugais.)
3)             Mas a excelência não vem destas coisas, o ministério pastoral é excelente pois é uma obra que é designada por Deus.
V              Excelente (kalov kalos) é uma palavra que Significa belo.
V              É a beleza que vem da harmonia, que surge do ajustamento simétrico na proporção correta, em outras palavras, da completitude harmoniosa do objeto em questão.
4)             Ela é excelente pois lida com a vida espiritual das pessoas.
5)             E pôr a obra ser de excelência o pastor deve compreender que:
OT.     Pôr a obra ser excelente o pastor compreende que:
I.              Deve Ter sua família por Excelência! (1 Tm 3.4-5 Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?))
A.           Seja o Sacerdote do seu Lar
1.             Sacerdote é o líder espiritual de sua família.
a.              É ele que vai dar o direcionamento para todos no seu lar.
b.             É ele que deve instruir as coisas espirituais para todos de sua casa.
c.              O marido é o responsável pela vida espiritual do seu lar.
d.             Sobre ele cai a responsabilidade até mesmo dos erros de sua esposa, e esse é o grande desafio de uma liderança espiritual.
2.             Cristo deve ser a Prioridade para sua família, (Mt 6.33 Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.)
a.              E é o Cabeça do lar que deve está instruindo para os membros da família.
b.             Ensinando aos seus filhos a buscarem a Deus.
3.             Nada irá prover sua família com tanto bem-estar, quanto o seu amor e devoção a Deus.
B.            Seja um Esposo Amoroso. (Col 3.19 Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas.)
1.             Como o marido deve amar sua esposa?
a.              Com um amor Sacrificial. (Ef. 5.25 Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,)
b.             Com um amor Zeloso (Ef. 5.26 Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,)
2.             O amor leva o marido a tratá-la com mais cuidado (1 Pe 3.7 Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.)
a.              Entendendo suas necessidades.
b.             Entendendo suas fraquezas.
c.              Entendendo seu relacionamento com Cristo.
C.            Seja um Pai Dedicado. (1 Tm 3.4 Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia)
1.             Seja um pai presente mesmo que esteja ausente.
a.              Procure saber como está seus filhos.
2.             Você também tem de guardar um tempo para sua família, ou não terá mais nenhum tempo junto deles.
a.              Esteja certo de organizar sua vida e seu ministério de forma a garantir um tempo com sua família
b.             Eles precisam de tempo com você
c.              Tempo para brincar e para pequenos prazeres de estarem juntos pensando, meditando ou até mesmo lendo um bom livro.
3.             É importante que o pai esteja em casa investindo um tempo na vida familiar, e que abra mão dele, a menos e somente se houver uma emergência.
a.              Que você esteja em casa, com o único propósito de desfrutar de sua família, sem nada mais em sua agenda.
4.             Aproveite cada Momento com Seu filho para ensinar sobre o Senhor (Dt 6.4-9 - Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.)
OT.     Pôr a obra ser excelente o pastor compreende que:
II.           O seu Amor pelo Rebanho dever ser por excelência (Jr. 3.15 - E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência.)
A.           Porque Isso é Necessário
1.             Pois se não amarmos o nosso rebanho, seremos profundamente incapazes de exercer qualquer uma de nossas responsabilidades com o motivo apropriado.
a.              Tudo quanto fizermos será superficial.
b.             Um serviço mecânico de mero profissional.
c.              E nós não somos profissionais!
2.             O amor leva ao pastor a entender a importância de persuadir seu rebanho pelo amor.
a.              Isto irá capacitá-las a prestar mais atenção as suas exortações, tanto pública quanto privadamente.
b.             J. C. Ryle disse: “Uma vez que você tenha certeza de que alguém o ama, irá ouvir prontamente qualquer coisa que este alguém tenha a lhe dizer
c.              Richard Baxter colocou esta idéia da seguinte forma: “Quando as pessoas vêem que você as ama sem qualquer pretensão, ouvirão qualquer coisa que você lhes disser e carregarão qualquer coisa que você colocar sobre elas


B.            Por Isso que o amor deve Ser Exteriorizado
1.             O nosso amor é Exteriorizado quando nós fazemos uma pregação zelosa, intercessão fervorosa, cuidado genuíno e liderança corajosa.
a.              Quando qualquer um destes elementos estiver faltando, não pode haver o amor verdadeiro pelo rebanho.
b.             O amor do pastor pelo rebanho sempre será visto através da diligência, do fervor, cuidado e da coragem.
2.             Para amarmos verdadeiramente nosso rebanho da forma como Cristo amou, nós temos de ser homens de genuína humildade,
a.              A humildade nos tornará mais acessíveis a nosso rebanho.
b.             Como Cristo disse: (Mt. 11.29b - aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração)
3.             Veja o que Charles Spurgeon disse:
a.              Um homem precisa ter um grande coração, [...]. Quando um homem tem um grande e amável coração, outros homens virão até ele, como navios seguem para o ancoradouro, e sentem-se em paz, quando atracam sob o sotavento de sua amizade. Tal homem é cordial tanto em particular quanto em público; seu sangue não é frio e duvidoso, mas ele é tão caloroso quanto sua própria lareira.
C.            E esta é a razão que o nosso amor deve Assemelhar-se:
1.             Ao exemplo máximo do perfeito amor pastoral que é vista claramente e indisputavelmente no Senhor Jesus Cristo.
2.             A característica central e mais ilustre deste amor incompreensível seja a abnegação. (Ef. 5.25b - Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,)
3.             Referindo-se à sua própria bondade como pastor, o Senhor Jesus disse: (Jo 10.11 - Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.)
D.           Para isto temos os recursos necessários para amar nosso rebanho.
1.             É significativa a responsabilidade de amar nossas ovelhas de uma maneira que realmente agrade ao Senhor.
a.              O fato que nos encoraja é saber que todos os recursos necessários para se cumprir tão árdua tarefa estão prontamente disponíveis.
b.             Eles si encontram no próprio Deus, e basta nós, simplesmente, correr para a Sua palavra e seu trono.
2.             A palavra de Deus está cheia de instruções de como nós devemos amar nosso rebanho.
a.              O livro de Atos e as epístolas nos revelam muito sobre o coração de um pastor que ama suas ovelhas.
b.             Olhar para a vida e o testemunho do apóstolo Paulo também nos impulsiona a amar cada dia mais o rebanho.
3.             Nós devemos nos prostrar diante do nosso gracioso Deus, e suplicar que nos dê um coração que ame cada dia mais o rebanho que Ele deu.
a.              Pedir ao Senhor que nos molde em tudo aquilo que precisamos ser.
b.             Nós devemos clamar ao nosso Deus, que nos dê um coração mais parecido com o dEle, para que possamos amar melhor as ovelhas que Ele colocou sobre nossas responsabilidades.
OT.     Pôr a obra ser excelente o pastor compreende que:

III.        Deve ter uma Coragem de Excelência
A.           Para Cultivar Vidas
1.             Devemos nos lembrar de que Deus chamou o pastor para pastorear as ovelhas dEle.
a.              Tanto aqueles que já estão no aprisco, como aquelas que irão ser acrescentadas pelo Senhor ao longo de seu ministério.
b.             Algumas ovelhas são apenas pequenos cordeirinhos,
&  Outras ovelhas feridas ou desraigadas,
&  Mas há também ovelhas maduras,
&  E todas elas precisão ser alimentadas com alimentos específicos para suas necessidades!
2.             Estas ovelhas precisarão ser:
a.              Alimentada com o
&  Sincero leite da Palavra (1 Pe 2.2)
&  Pastos Verdejantes (Sl 23.2)
b.             Precisarão aprender a caminhar pela fé.
&  Aprender a confiar no Senhor
&  Confessar seus pecados
3.             Será necessária coragem evangelística para continuar ministrando, a qualquer custo, o evangelho.
a.              Terá que ter compaixão abastecida de compromisso incondicional, sem levar em consideração as consequências.
B.            Para Confrontar
1.             Haverá situações que terá que confrontar os pecados do rebanho.
a.              E isto é feito através das pregações e aconselhamentos.
b.             A pregação confrontadora não é feita para repreender e intimidar o povo de Deus.
&  O pastor não deve transformar o púlpito num local de tirania e ameaças, no qual um pregador afia seu novo machado ou censura seu mais recente inimigo.
c.              A Pregação confrontadora é a pregação aplicável
&  Inculcando as declarações das Escrituras nos corações e mentes dos ouvintes.
&  É deixar que a própria palavra de Deus fale por si só.
2.             O Pastor terá que ter coragem para tratar diversos assuntos.
a.              Ao ponto que irá afligir os que estão confortáveis e de confortar os que estão afligidos em uma única mensagem.
b.             No púlpito deve sair o pastor e entrar o próprio Deus através de sua palavra.
&  As pessoas precisam saber que o que está sendo pregado é a vontade de Deus.
&  E que não importa o que os homens pensem, ou se agrade, mas, quem deve estar se agradando é o próprio Deus (Gl 1.10 -  Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.)
3.             O pastor deve se lembrar que não pode atacar as ovelhas nas pregações.
a.              Mas sim os problemas que por ventura elas estiverem causando.
b.             Não deve usar palavra rudes ou usar sua raiva, (Ef 4.29 Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.)
c.              Mas deve falar sempre a verdade em amor (1 Co 16.14 Todas as vossas coisas sejam feitas com amor.)
C.            Confessar Suas Falhas
1.             É preciso ser fiel e ter coragem para fazer uma avaliação honesta de si mesmo e de suas próprias falhas.
2.             O exemplo de confessar nossos erros, nos ajudará dando-nos a autoridade necessária.
a.              Podemos ser exemplos de humildade assumindo nossos erros.
b.             É verdade que algumas pessoas tentarão tirar vantagem de sua predisposição para assumir que você também é um pecador, salvo apenas pela poderosa graça de Deus.
c.              Alguns podem inclusive considerar isto como uma fraqueza e procurar vantagem.
d.             A maioria, no entanto, se contentará em estar sendo liderado por um pastor que reconhece ser também alguém que luta contra o pecado remanescente.
3.             Transparência e vulnerabilidade são marcas preciosas do servo de Jesus Cristo.

OT.     Pôr a obra ser excelente o pastor compreende que:
IV.        Não pode Parar de Estudar
A.           A importância do Estudo
1.             Francamente falando, muitos pastores pararam de estudar.
a.              Eles não estão mais lendo ou estudando.
b.             Muitos estão na era “Ctrl C”, “Ctrl V”.
2.             Nosso tempo de estudo é precioso e não podemos ignorá-lo
a.              Veja que a Bíblia enfatiza a importância de adquirirmos o conhecimento (Pv. 18.15 - O coração do entendido adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a sabedoria. )
3.             Esdras era um homem versátil nas escrituras (Ed 7.6a Este Esdras subiu de Babilônia; e era escriba hábil na lei de Moisés, que o SENHOR Deus de Israel tinha dado;).
a.              Mesmo assim ele não se cansava de estudar a Palavra (Ed 7.10 Porque Esdras tinha preparado o seu coração para buscar a lei do SENHOR e para cumpri-la e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos.)
4.             Paulo nunca deixou de Estudar (2 Tm 4.13 - Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos.)
a.              Paulo dá a Timóteo um excelente exemplo de diligência nos estudos, através de sua prática e prioridade.
b.             Paulo aqui já tinha escrito praticamente todas as suas cartas.
&  Mesmo quase no fim da vida e de todo o conhecimento que tinha Paulo continuava estudando.
&  Assim, como ele, nós devemos continuar a estudar dia-após-dia.
c.              Ele passou sua vida aprendendo, e nós devemos fazer o mesmo.
&  Como um pastor disse certa vez: “Tempo que não é gasto com leitura é tempo desperdiçado – ou quase!
B.            Como Estudar?
1.             Ore e peça a Deus que dê a você entendimento.
a.              Jesus, em João 16, se refere ao Espírito Santo e diz que quando Ele viesse, Ele os guiaria até a verdade.
b.             Da mesma forma com que o Espírito santo guiou os apóstolos na autoria do Novo Testamento, Ele também nos guia para que compreendemos as Escrituras.
2.             Não tente ser totalmente independente em seu estudo da Bíblia.
a.              É arrogância pensar que você não pode alcançar entendimento através do longo trabalho de outros que estudaram as Escrituras.
b.             Cristo, ao dar o Espírito Santo, providenciou pessoas com dons e dons espirituais ao corpo de Cristo.
&  Um desses dons espirituais é o do ensino (Efésios 4:11-12; I Coríntios 12:28).
c.              Estes mestres são dados pelo Senhor para nos ajudar a corretamente compreender e obedecer as Escrituras.
3.             Estude a Bíblia com a atitude de um verdadeiro adorador.
a.              Este é o primeiro passo para compreender a interpretação bíblica.
b.             O estudo bíblico deve ser abordado com desejo de aprender.
c.              Discipline-se de modo que fique conectado à Palavra.
d.             Afinal de contas ela é um alimento espiritual.
4.             Deixe que a Palavra de Deus seja o seu próprio interprete.
a.              Daí a necessidade de comparar um trecho com outro.
b.             Nas palavras do apóstolo Paulo, aprendemos: (I Co 2:13 As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.)
C.          Não estude para os outros.
1.            Estude para aumentar a sua intimidade com Deus.
2.            Estude para o seu crescimento espiritual
3.            Tenha um tempo para você e Deus a sós!
OT.     Pôr a obra ser excelente o pastor compreende que:
V.           Deve Pregar a Palavra de modo Excelente. (2 Tm 4:2 Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.)
A.           Observe o final do versículo.
1.             Ela diz que deve Corrigir, repreender, exortar com longanimidade e doutrina
2.             Estas são palavras associadas ao cuidado pastoral com suas ovelhas.
3.             A Pregação deve ser feita constantemente
a.              Instar é verbo nas acepções de estar iminente e ser urgente.
b.             Não deixe para fazer amanhã o que você pode fazer hoje pelo seu rebanho, mesmo que isso seja inconveniente para você. Portanto, esteja pronto!
B.            Pregue para a glória de Deus.
1.             A motivação do ministro deve ser a glória do Senhor e não a exaltação do seu próprio nome e ministério
C.            Pregue com humildade
1.             Cuidado com a arrogância.
2.             Você não foi chamado para testemunhar sobre os seus feitos e sim sobre a grandeza de Deus.
3.             Os puritanos tinham por hábito nunca relatarem no púlpito aquilo que faziam ou deixavam de fazer e sim expor as Escrituras.
D.           Pregue com o coração encharcado pelo amor.
1.             O pregador que não ama não pode pregar o evangelho.
2.             O amor é um dos fundamentos da nossa mensagem.
3.             O pregador ama as pessoas por isso prega.
OT.     Por a obra ser excelente o rebanho compreende que:
VI.        Deve Amar ao Seu Pastor (1 Ts 5.12-13 E rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós e que presidem sobre vós no Senhor, e vos admoestam; E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós.)
A.           Amar o líder, não por causa de sua simpatia pessoal, mas pelo trabalho que realiza
B.            A palavra trabalho (κοπιωντας  = kopiontas) refere-se a um trabalho que produz desgaste físico e mental.
1.             Muitas vezes o trabalho da Igreja é estressante para os líderes, que precisam muito mais de apoio do que críticas desnecessárias e murmurações.
C.            A liderança não precisa somente do respeito, precisa também do carinho e do amor.
OT.     Por a obra ser excelente o rebanho compreende que:
VII.     Deve Cooperar com Seu Pastor.
A.           A cooperação traz progresso
1.             Através da cooperação mutua que a obra de Deus desenvolve.
2.             Se cada pessoa fizer sua parte, se cada um entender que é importante para o todo, a obra do Senhor crescerá
3.             Lembre-se:
a.              Da construção do Templo de Salomão
&  Se Davi não tivesse cooperadores para arrecadar o material necessário, Salomão não teria construído.
&  Se Salomão não tivesse cooperadores para construir o Templo, não adiantava ter o material, pois é necessário pessoas para construir!
b.             De Esdras e Neemias
&  Se eles não tivessem também pessoas que cooperassem não teriam nem iniciado a construção do Templo e do Muro de Jerusalém.
4.             Se não houver cooperação, a obra não sai, não vai em frente.
B.            A cooperação fortalece os laços de amizade na Igreja
1.             At. 18:1-3 E DEPOIS disto partiu Paulo de Atenas, e chegou a Corinto. E, achando um certo judeu por nome Áqüila, natural do Ponto, que havia pouco tinha vindo da Itália, e Priscila, sua mulher (pois Cláudio tinha mandado que todos os judeus saíssem de Roma), ajuntou-se com eles, E, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas.
2.             Rm. 16:3 - Saudai a Priscila e a Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus,
C.            Devemos ter em nossas mentes que cooperação:
1.             Significa ser solidário
2.             Significa obediência
3.             Significa assistir o necessitado
4.             Significa estar unido na luta (Êx. 17:12 Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs.)
D.           O resultado prático da cooperação
1.             É que nenhum indivíduo pode vangloriar em si mesmo, pois, se lhe foi dada uma missão espiritual qualquer, Deus é a origem e o alvo da mesma.
2.             Ela inspira em nós o bem e o efetuo mútuo;
3.             Ela inspira a nos dedicarmos a obra de Deus.
4.             Ela inspira a glorificar e honrar nosso Senhor.
CONCLUSÃO
1)             Lembre-se que a obra é excelente.
2)             Pôr a obra de Deus ser Excelente o pastor compreende que:
Ø   Deve Ter sua família por Excelência!
Ø   O seu Amor pelo Rebanho dever ser por excelência
Ø   Deve ter uma Coragem de Excelência
Ø   Não pode Parar de Estudar
Ø   Deve Pregar a Palavra de modo Excelente
3)             Pôr a obra de Deus ser Excelente o pastor compreende que:
Ø   Deve Amar ao Seu Pastor

Ø   Deve Cooperar com Seu Pastor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário