VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

21 de ago de 2012

O Papel da mulher na igreja, segundo a Bíblia


Rosemeire Maria da Silva Gouveia
Seminário e Instituto Batista Bereiano

RESUMO

Hoje vemos cada vez mais pessoas cristãs com muitas dúvidas a respeito do papel que a mulher deve ter na igreja, e mediante a isso observamos também o comportamento que a mesma demonstra diante das pessoas. Precisamos compreender os princípios da Palavra de Deus a respeito desse assunto, para que tenhamos uma vida de obediência a Ele; por isso, é de grande importância saber primeiramente os princípios cristãos que cada mulher que quer glorificar a Deus deve ter, mediante esse assunto muitas vezes tão polêmico, veremos que o apóstolo Paulo em uma de suas cartas exorta a Timóteo, exortava o mesmo a ensinar as mulheres cristãs a terem alguns princípios bíblicos muito importantes na vida delas, como por exemplo, serem respeitadas pelos outros, não falando mal de outras pessoas, sendo moderadas, ensinando as mais novas a serem fiéis em tudo, porque isso é agradável ao Senhor.
Podemos observar também que nos dias atuais em várias igrejas a certas disputas de ofícios e ministérios entre homens e mulheres do corpo de Cristo, o que não era para acontecer. Por isso é interessante observarmos os ministérios dos quais as mulheres que querem glorificar a Deus devem participar e desse modo agradar e fazer a vontade do Pai. E para que possamos ter base bíblica quando alguém nos questionar a respeito desse assunto, é interessante vermos que I Coríntios e I Timóteo nos mostram com clareza o comportamento que uma mulher que quer agradar a Deus deve ter na igreja e em qualquer outro lugar que estiver.


1 - INTRODUÇÃO

Podemos observar que ultimamente temos encontrado pessoas cristãs com muitas dúvidas a respeito do papel que a mulher deve exercer na igreja. Mediante isso iremos ver neste trabalho o que a Bíblia nos mostra em relação ao que a mulher cristã pode exercer na casa do senhor, como também, de que maneira ela deve se comportar tanto no lar, como em qualquer outro lugar que ela estiver.

2 –       Princípios cristão para a mulher que quer glorificar a Deus

Começaremos este ponto observando quais características que uma mulher que quer servir e agradar a Deus precisa ter, usando o texto de I Timóteo 3:11 que diz: “Da mesma sorte, quanto as mulheres, é necessário que sejam elas respeitáveis, não maldizentes, temperantes e fiéis em tudo”. Vemos nesse versículo o Apóstolo Paulo listando as qualificações que uma esposa de diácono deve ter, mas também vemos em Tito 2:3-5 “que Paulo afirma as mesmas palavras para que Tito pudesse mostrar às mulheres da igreja a importância dessas qualificações, ficando assim, como padrão até aos dias de hoje.
Podemos perceber que atualmente há algumas divergências de opinião sobre o que está em I Timóteo 3:11. Pessoas se perguntando se Paulo escreveu essas qualificações para todas as mulheres ou apenas as esposas. Se observarmos com mais abrangência o significado da palavra grega “gynê” que traduzida é “mulher” (GETZ, 1991, p.13); observamos que Paulo nesse versículo fala para mulheres de qualquer idade; sendo casada, solteira ou viúva. Por isso é interessante vermos o significado e a importância de cada palavra que, conforme Paulo, é essencial para a mulher que quer glorificar a Deus ter. 

2.1 –    Respeitável

Esta palavra no grego é descrita como “semnas” que quer dizer “augusto, venerável, honrado, respeitável” (GETZ, 1991, p.14), podendo assim, entendermos que o apóstolo Paulo está dizendo em I Timóteo que devemos ser mulheres com um proceder digno de respeito, para que as pessoas que nos rodeiam possam nos honrar, nos tratar com reverência pela forma de nos comportarmos diante delas, mostrando assim, o nosso caráter cristão
Em Tito podemos ver a exortação que Paulo deu a ele para que pudesse ensinar as mulheres mais velhas a ensinarem através do seu proceder, as mais novas que tinham se casado a pouco tempo, a amarem seus esposos e serem boas mães, para que não pudessem difamar a Palavra de Deus.
Nos nossos dias atuais, como várias mulheres cristãs precisam ou querem trabalhar fora de casa, para terem uma renda maior ou simplesmente para ajudarem seus esposos, elas precisam ter um procedimento de respeito no local onde trabalha, e não só nesse ambiente, mas em qualquer outro que elas forem, que possam está com vestimentas descentes, com palavras que agradem a Deus para que possam testemunhar de Cristo e serem exemplos para outras.

2.2 –    Não Maldizente

Essa palavra maldizente segundo o dicionário Aurélio quer dizer “Quem fala mal dos outros, quem tem má língua”. Sabemos que a frase não maldizente é um princípio para todos os cristãos e não só para as mulheres, mas, como estamos vendo as qualificações para mulher, podemos ver que uma vez ou outra, nos encontramos caindo nesse pecado, de falar de outra pessoa, principalmente sobre os erros daquela pessoa. Devemos como mulheres que querem glorificar a Deus nos policiarmos, ou melhor, pedirmos sabedoria ao Senhor, para que Ele nos ajude a não cairmos nesse pecado. Há uma passagem interessante no livro de Tiago, no capítulo três, versículo dois que fala sobre frear a língua, dizendo assim “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar é perfeito varão, capaz de refrear também todo o seu corpo”. O interessante se observarmos esse versículo é que se nós não refrearmos nossa língua que é tão pequena comparada aos outros membros, como podemos refrear todo nosso corpo? Por isso Paulo fala essa pequena frase em duas epístolas pastorais, como já vimos, para que quando lêssemos essas passagens pudéssemos receber esse ensinamento e aplicarmos em nossas vidas, pois uma mulher controlada pelo Senhor saberá controlar a sua língua, sendo assim capacitada para servi-LO.

2.3 –    TEMPERANTE

Essa é outra qualificação que as mulheres que querem agradar a Deus devem ter em suas vidas. No dicionário Aurélio essa palavra tem o significado de “Qualidade ou virtude de quem é moderado, sobriedade”. Quando o apóstolo Paulo em sua carta a Timóteo fala que as mulheres devem ter temperança, ele quer dizer que nós sejamos moderadas em tudo, seja na escolha de uma roupa, no proceder com o esposo e filhos e até mesmo no comer e no beber. Se observarmos a cultura no Velho Testamento, vemos que beber vinho era comum, creio que até mesmo para algumas mulheres daquela época, pelo fato que a mulher não tinha muita liberdade de expressão, de ser alguém, cujo papel era de ter filhos para aumentar a descendência da família. Mas com a vinda de Cristo a terra, as mulheres puderam ter uma esperança e mudar suas atitudes sem desagradar a Deus, elas passaram a ver o papel da mulher no lar e na igreja como sendo espiritualmente iguais aos homens como Paulo diz em Gálatas 3:28 “Dessarte não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus”, mas com funções diferentes como podemos ver nas epístolas pastorais. Se observarmos o comportamento das mulheres nos dias atuais, podemos perceber que várias não querem se casar para não ter que se preocupar com outra pessoa a não ser ela mesma, tendo tempo para trabalhar fora e depois sair com as amigas para beber socialmente como muitas dizem. Hoje o papel da mulher está sendo deturpado pelo mundo, sendo exigido que elas tenham as mesmas funções do homem, quer na vida profissional, quer no lar, quer até mesmo na igreja. Mas, como vimos anteriormente, para agradar a Deus e fazer a Sua vontade, as mulheres cristãs devem ser moderadas com o seu proceder, principalmente as mais velhas, para que possam ensinar as mais novas a andarem com sabedoria e sobriedade em tudo, como Paulo disse no livro de Tito. 

2.4 –    Fiel

Essa palavra no grego é “pistas”, sendo a forma feminina de “pistos”, que significa “fiel, digno de confiança” (CHAMPLIN, p.314) e no dicionário Aurélio é “que é digno de fé, que cumpre aquilo a que se obriga; leal; honrado, íntegro, probo”. Como é bom ser amigo ou conversar com uma pessoa de confiança! Creio que todos os cristãos devem ter também esse princípio em sua vida, pois Deus quer que sejamos fiéis em tudo que formos fazer, seja fazer um pagamento para alguém , como praticar algo que se foi ensinado. A fidelidade é uma qualidade que dever ser encontrada em cada mulher do povo de Deus, seja no lar com o seu esposo como no serviço do Senhor, havendo assim o crescimento espiritual e o desenvolvimento do corpo de Cristo. Podemos ver exemplos de várias mulheres na Bíblia que foram fiéis na obra do Senhor, como Priscila sendo cooperadora em Cristo juntamente com o seu esposo, Eunice ensinando Timóteo desde criança a servir fielmente a Deus, entre outras como Maria, Trifena, Trifosa e Pérside como está em Romanos 16:6-12.

2.5 –    Mestra do bem

Essas palavras só são encontradas em Tito 2:3 e não mais em I Timóteo 3:11. No original grego do Novo Testamento: Kalodidáskalos significa “mestre do que é bom” (GETZ, 1991, p.54). Portanto Paulo estava exortando a Tito que ensinasse as mulheres da igreja, especialmente as mais velhas a ensinarem as mais novas a fazerem o bem. O apóstolo não estava falando somente em fazer boas obras, mas sim, a ter integridade, reverência, falar de maneira sabia e andar de maneira correta, como diz em Tito 2:6-8.  É preciso que as mulheres que quer glorificar a Deus conheçam a Bíblia, estudando e aprendendo as exortações nela contida sobre as várias áreas do ser humano; como ser fiel a obra do Senhor e o que Ele quer que façamos para termos uma vida que o agrade, mostrando, assim, para as pessoas que ainda não tem Jesus como Salvador, o ensino correto e verdadeiro, para que venham conhecê-lo e servi-lo fielmente, e as pessoas que já fazem parte do corpo de Cristo para que observem o exemplo de uma serva do Senhor e procurem andar corretamente no Seu caminho. 

3 –       ALGUNS DOS MINISTÉRIOS PARA A MULHER NA IGREJA.

Podemos observar que nos dias atuais em várias igrejas a certas disputas de ofícios e ministérios entre homens e mulheres do corpo de Cristo, o que não era para acontecer, pois a Bíblia é clara em seus ensinamentos. Entendemos que a igreja do Senhor Jesus é composta de membros e que uma boa parte deles são mulheres, e que essas, muitas vezes são participantes diretas na obra do Senhor, por isso é interessante observarmos os ministérios dos quais as mulheres que querem glorificar a Deus devem participar e desse modo agradar e fazer a vontade do Pai.

3.1 –    ACONSELHAMENTO

Um ministério que a mulher que quer participar da obra do Senhor pode exercer é o de aconselhar outras pessoas. Deus dá a mulher à dádiva da compreensão e da sensibilidade que a capacita para essa tão grande obra. Sabemos que nem todas as mulheres são aptas para esse ministério, mas creio que uma boa parte pode exercê-lo. Se observarmos na Palavra de Deus, encontraremos várias mulheres que foram ótimas conselheiras, temos o exemplo de Noemi quando aconselhou sua nora Rute; Maria, mãe de Jesus, embora não compreendendo tudo o que estava acontecendo, como Lucas 2:19 nos fala, ela guardava todas as coisas, meditando – as no seu coração, e também podemos ver o exemplo de Débora em Juízes 4:5, sendo ela conselheira e juíza sobre Israel. Nos dias atuais, se quisermos exercer esse ministério, devemos estar com uma profunda vida de oração, para que saiam de nossos lábios palavras sábias que edifiquem as pessoas que estão ouvindo-as.

3.2 –    AUXILIADORA

A mulher foi criada para este ministério como diz em Gn.2:18, podemos observar que perto da palavra auxiliadora no versículo, está uma palavra também muito importante, idônea, significando assim, que a mulher foi criada  para o ministério de está ao lado de seu esposo em tudo. È interessante observar que Deus quando criou a mulher, a fez da costela do homem, e não de outra parte do corpo, como a cabeça para que ela não se sentisse maior que o homem e nem do pé para que ela não fosse inferior ao homem, mas sim da costela, para que ela andasse lado a lado com o homem, pois sabemos que homem e mulher para Deus ambos são iguais, mas como já falamos anteriormente, com funções diferentes tanto na família, como na obra do Senhor.

3.3 –    EVANGELISMO PESSOAL

O evangelismo não foi feito só para a mulher, sabemos muito bem disso, é um dever de todo cristão que quer agradar a Deus, mas como estamos falando aqui do papel da mulher na igreja, vemos que esse é outro importante ministério que a mulher pode exercer tanto na obra do Senhor, como em casa com os filhos. Mas para que possam sair palavras vindas do Espírito em suas bocas, as mulheres precisam está com uma vida de oração constante. E para as mulheres cristãs que não tem maridos crentes e quer ganhá-los para Cristo, mas não sabe como proceder, Pedro dá uma palavra de ânimo em I Pedro 3:1-2, as pessoas ao nosso redor podem vir a conhecer ao Senhor Jesus só apenas pelo nosso proceder, mesmo que não tenhamos condições de chegarmos até a ela, pois sabemos que nós plantamos as sementes nos corações das pessoas, mas quem as convence é o Espírito Santo.

3.4 –    ENSINO PARA CRIANÇAS         

Tanto a mulher como o homem já foram criados para serem educadores, pois a todo tempo eles tem a missão de ensinar seus filhos o caminho certo e principalmente o caminho do Senhor. Esse é um ministério em que a mulher pode participar na igreja de Jesus Cristo. Sabemos que muitas crianças são salvas através do ensino dado na Escola Dominical. Podemos ver na Bíblia exemplo de mulheres que foram grandes professoras na fé, como: Lóide e Eunice que ensinaram o jovem Timóteo desde pequeno a andar no caminho do Senhor, conhecendo a Sua Palavra e amando-o; como também Priscila, que estava envolvida diretamente com o seu esposo, na obra do Senhor. Entendemos que para exercer esse ministério precisa que como os outros as mulheres tenham responsabilidade e amor em fazer a obra que lhe foi dada.

3.5 –    HOSPITALIDADE

Este ministério é tão importante quanto os outros que vimos anteriormente, por ser um ministério que ajuda nos trabalhos da igreja, pois, em determinados momentos pastores e irmãos visitam e pregam em nossas igrejas e precisam ficar hospedados em algum lugar, sendo que muitas vezes o pastor da igreja os recebe ou uma outra família, mas nós sempre sentimos dificuldades. O apóstolo Paulo em Romanos 12, o apóstolo Pedro em I Pedro 4:8-10 e o apóstolo João em III João 5-8 nos mostra como é bom sermos hospitaleiras e a importância de fazermos com amor esse ministério para nos tornarmos cooperadoras da verdade. Não devemos nos preocupar se temos condições ou não para recebermos alguém em nossa casa, pois se formos pensar nisso creio que será difícil exercer esse ministério em nossas vidas, Deus nos dará condições e tempo suficiente para nos dedicarmos nessa tão grande obra, se a fizermos com amor e dedicação.

4 – TEXTOS BÍBLICOS QUE FALAM DO PAPEL DA MULHER NA IGREJA
Para que possamos ter base bíblica quando alguém nos questionar a respeito desse assunto, observaremos algumas passagens bíblicas que são claras em mostrar o comportamento que uma mulher que quer agradar a Deus deve ter na igreja e em qualquer outro lugar que estiver, listando da seguinte forma, esses ensinamentos:

4.1. I CORÍNTIOS 11: 3 – 9

Este versículo é claro em seus ensinamentos, aqui podemos ver Paulo exortando a igreja a respeito da ordem que Deus estabeleceu na criação, o cabeça da igreja sendo Cristo e o cabeça do lar sendo o marido, sabemos que isto não quer dizer que o marido deve desrespeitar sua esposa, de maneira alguma, pois sabemos que apenas nas funções eles são diferentes, mas ambos foram criados por Deus para louvar e engrandecer o Seu nome.

4.2. I CORÍNTIOS 14: 34 – 35

Outro ensinamento muito importante que Deus deixa para nós em Sua Palavra é o das mulheres não ensinarem ou terem liderança sobre os homens, pois o versículo trinta e quatro ressalta isso muito bem. Mas se observarmos, alguns radicais usam esses versículos para que as mulheres não exerçam de nenhum modo algum ministério na igreja, pois para eles quando o apóstolo Paulo diz que as mulheres tem que se calar na igreja, isso significa que as mulheres apenas têm que ficarem sentadas nos bancos sem poder participar de nada no culto ou em algum departamento da igreja.
Quando o apóstolo Paulo diz que as mulheres deveriam ficar caladas na igreja, pelo que podemos observar, as mulheres da igreja de Corinto estavam exagerando no seu agir na casa de Deus, de alguma forma, elas deveriam está falando de mais e querendo assumir papéis que não cabiam a ela, como diz o autor Wiersbe:
Paulo já havia permitido que as mulheres orassem e profetizassem (I Co 11:5), de modo que essa instrução aplica-se ao contexto imediato da avaliação das mensagens proféticas. Ao que parece, a grande responsabilidade de manter a integridade doutrinária na igreja primitiva cabia aos homens, especialmente aos presbíteros (I Tm 2:11,12). O contexto dessa proibição pode indicar que algumas mulheres da congregação estavam criando problemas ao fazer perguntas, talvez até gerando discussões. (WIERSBE, p.805).
Portanto se olharmos o que Paulo declarou nesses versículos como uma orientação para as mulheres que estavam querendo se sobressair nos cultos, então compreenderemos claramente que a mulher pode ter participação nos cultos, desde que esteja ocupando o lugar que lhe é devido, como já vimos anteriormente, sabendo que, se as mulheres tem alguma dúvida sobre algo que está sendo discutido na igreja, que espere chegar em casa para perguntar a seu marido, e não fique tagarelando na casa de Deus.

4.2. I TIMÓTEO 2: 8 – 14

Esse texto, creio eu, que nos dá uma visão bem clara de como Deus quer que nos comportamos na igreja.
Paulo começa dando algumas instruções para os homens, e a partir do versículo nove, passa a dar às mulheres uma exortação de como se comportar não só na igreja e sim em qualquer lugar que estivermos e que formos, pois podemos ver, que são princípios que deveríamos usar em todo o tempo, pois a Bíblia nos fala que somos templo do Espírito Santo. É lamentável quando observamos hoje, que as mulheres cristãs fazem das igrejas um desfile de moda, tendo uma concorrência acirrada, para ver quem aparece mais na igreja, tanto em termos de se vestir melhor, como em termos de ocupar mais funções na igreja, esquecendo do principal, que é de sermos mulheres cristãs com o propósito apenas de agradar a Deus em tudo. 

5 .    Conclusão

Diante de tudo isso que vimos no decorrer desse trabalho, podemos aplicar lições preciosas em nossas vidas. Nunca esquecendo que a mulher tem um lugar determinado por Deus para servi-Lo desde a criação, como mulher auxiliadora de seu esposo.
Não faz muito tempo que a esposa do meu pastor falou, e eu desde então não esqueci, que a mulher vai prestar contas ao Senhor Deus apenas de dois papéis importantíssimo na vida dela, o de ser esposa e o de ser mãe; não que evangelizar e ensinar as mulheres e crianças não sejam importantes, são sim, mas a importância maior para Deus em nossas vidas é o que Ele instituiu desde o princípio para nós mulheres cristãs, de sermos ajudadoras idôneas de nossos maridos.

Referências Bibliográficas 
CHAMPLIN R. N., O Novo Testamento Interpretado, versículo por versículo, v.5. São Paulo, A Voz Bíblica.
GETZ, Gene A., A estatura de uma mulher (espiritual), Ed. Vida, 1991.
LIGHTFOOT, Neil R., O papel da mulher: perspectivas do Novo Testamento, São Paulo, Ed. Vida Cristã, 1979.
FARIAS, Wiarlla Nayara da Silva Farias, A teologia Bíblia sobre o papel da mulher na igreja, Natal, Monografia, 2007.
WIERSBE, W. W. Novo Testamento I, Comentário Bíblico Expositivo, Trad. Susana E. Klassen, 1º Ed. São Paulo: Geográfica editora, 2007
FILHO, Caio Fábio D’ Araújo, A mulher no projeto do Reino de Deus, Rio de Janeiro, Visão Nacional de Evangelização, 1986.
ROBERTSON, Ella Broadus, Ministério da Mulher, Rio de Janeiro, Casa Publicadora Batista, 1948.
LEONARDO, Pr. Jaime, Fundamentos da fé. Natal, Revista Fundamentalista, Ano II,10 e 11 de 2002.
LEONARDO, Pr. Jaime, Fundamentos da fé. Natal, Revista Fundamentalista, Ano III,1 e 2 de 2003..

Nenhum comentário:

Postar um comentário