VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

31 de mar de 2013

Leitura Cronológica Anual da Bíblia (Mês 2, dia 8)

Êxodo 38-40

Êxodo 38

 (1) FEZ também o altar do holocausto de madeira de acácia; de cinco côvados era o seu comprimento, e de cinco côvados a sua largura, era quadrado; e de três côvados a sua altura. (2) E fez-lhe as suas pontas nos seus quatro cantos; da mesma peça eram as suas pontas; e cobriu-o de cobre. (3) Fez também todos os utensílios do altar; os cinzeiros, e as pás, e as bacias, e os garfos, e os braseiros; todos esses pertences fez de cobre. (4) Fez também, para o altar, um crivo de cobre, em forma de rede, na sua cercadura em baixo, até ao meio do altar. (5) E fundiu quatro argolas para as quatro extremidades do crivo de cobre, para os lugares dos varais. (6) E fez os varais de madeira de acácia, e os cobriu de cobre. (7) E pôs os varais pelas argolas aos lados do altar, para com eles levar o altar; fê-lo oco e de tábuas. (8) Fez também a pia de cobre com a sua base de cobre, dos espelhos das mulheres que se reuniam, para servir à porta da tenda da congregação. (9) Fez também o pátio do lado meridional; as cortinas do pátio eram de linho fino torcido, de cem côvados. (10) As suas vinte colunas e as suas vinte bases eram de cobre; os colchetes destas colunas e as suas molduras eram de prata; (11) E do lado norte cortinas de cem côvados; as suas vinte colunas e as suas vinte bases eram de cobre, os colchetes das colunas e as suas molduras eram de prata. (12) E do lado do ocidente cortinas de cinqüenta côvados, as suas colunas dez, e as suas bases dez; os colchetes das colunas e as suas molduras eram de prata. (13) E do lado leste, ao oriente, cortinas de cinqüenta côvados. (14) As cortinas de um lado da porta eram de quinze côvados; as suas colunas três e as suas bases três. (15) E do outro lado da porta do pátio, de ambos os lados, eram cortinas de quinze côvados; as suas colunas três e as suas bases três. (16) Todas as cortinas do pátio ao redor eram de linho fino torcido. (17) E as bases das colunas eram de cobre; os colchetes das colunas e as suas molduras eram de prata; e o revestimento dos seus capitéis era de prata; e todas as colunas do pátio eram cingidas de prata. (18) E a cobertura da porta do pátio era de obra de bordador, de azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido; e o comprimento era de vinte côvados, e a altura, na largura, de cinco côvados, conforme as cortinas do pátio. (19) E as suas quatro colunas e as suas quatro bases eram de cobre, os seus colchetes de prata, e o revestimento dos seus capitéis, e as suas molduras, também de prata. (20) E todas as estacas do tabernáculo e do pátio ao redor eram de cobre. (21) Esta é a enumeração das coisas usadas no tabernáculo do testemunho, que por ordem de Moisés foram contadas para o ministério dos levitas, por intermédio de Itamar, filho de Arão, o sacerdote. (22) Fez, pois, Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, tudo quanto o SENHOR tinha ordenado a Moisés. (23) E com ele Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, um mestre de obra, e engenhoso artífice, e bordador em azul, e em púrpura e em carmesim e em linho fino. (24) Todo o ouro gasto na obra, em toda a obra do santuário, a saber, o ouro da oferta, foi vinte e nove talentos e setecentos e trinta siclos, conforme ao siclo do santuário; (25) E a prata dos arrolados da congregação foi cem talentos e mil e setecentos e setenta e cinco siclos, conforme o siclo do santuário; (26) Um beca por cabeça, isto é, meio siclo, conforme o siclo do santuário; de todo aquele que passava aos arrolados, da idade de vinte anos para cima, que foram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta. (27) E houve cem talentos de prata para fundir as bases do santuário e as bases do véu; para as cem bases cem talentos; um talento para cada base. (28) E dos mil e setecentos e setenta e cinco siclos fez os colchetes das colunas, e cobriu os seus capitéis, e os cingiu de molduras. (29) E o cobre da oferta foi setenta talentos e dois mil e quatrocentos siclos. (30) E dele fez as bases da porta da tenda da congregação e o altar de cobre, e o crivo de cobre e todos os utensílios do altar. (31) E as bases do pátio ao redor, e as bases da porta do pátio, e todas as estacas do tabernáculo e todas as estacas do pátio ao redor.

Êxodo 39

 (1) FIZERAM também as vestes do ministério, para ministrar no santuário, de azul, e de púrpura e de carmesim; também fizeram as vestes santas, para Arão, como o SENHOR ordenara a Moisés. (2) Assim se fez o éfode de ouro, de azul, e de púrpura, e de carmesim e de linho fino torcido. (3) E estenderam as lâminas de ouro, e as cortaram em fios, para tecê-los entre o azul, e entre a púrpura, e entre o carmesim, e entre o linho fino com trabalho esmerado. (4) Fizeram-lhe ombreiras que se ajuntavam; e uniam-se em suas duas pontas. (5) E o cinto de obra esmerada do éfode, que estava sobre ele, formava com ele uma só peça e era de obra semelhante, de ouro, de azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido, como o SENHOR ordenara a Moisés. (6) Também prepararam as pedras de ônix, engastadas em ouro, lavradas com gravuras de um selo, com os nomes dos filhos de Israel. (7) E as pôs sobre as ombreiras do éfode por pedras de memória para os filhos de Israel, como o SENHOR ordenara a Moisés. (8) Fez-se também o peitoral de obra de artífice, como a obra do éfode, de ouro, de azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido. (9) Quadrado era; duplo fizeram o peitoral; o seu comprimento era de um palmo, e a sua largura de um palmo dobrado. (10) E engastaram nele quatro ordens de pedras; uma ordem de um sárdio, de um topázio, e de um carbúnculo; esta era a primeira ordem; (11) E a segunda ordem de uma esmeralda, de uma safira e de um diamante; (12) E a terceira ordem de um jacinto, de uma ágata, e de uma ametista; (13) E a quarta ordem de um berilo, e de um ônix, e de um jaspe, engastadas em engastes de ouro. (14) Estas pedras, pois, eram segundo os nomes dos filhos de Israel, doze segundo os seus nomes; como gravuras de selo, cada uma com o seu nome, segundo as doze tribos. (15) Também fizeram para o peitoral cadeiazinhas de igual medida, obra de ouro puro trançado. (16) E fizeram dois engastes de ouro e duas argolas de ouro; e puseram as duas argolas nas duas extremidades do peitoral. (17) E puseram as duas cadeiazinhas de trança de ouro nas duas argolas, nas duas extremidades do peitoral. (18) E as outras duas pontas das duas cadeiazinhas de trança puseram nos dois engastes; e as puseram sobre as ombreiras do éfode na frente dele. (19) Fizeram também duas argolas de ouro, que puseram nas duas extremidades do peitoral, na sua borda que estava junto ao éfode por dentro. (20) Fizeram mais duas argolas de ouro, que puseram nas duas ombreiras do éfode, abaixo, na frente dele, perto da sua juntura, sobre o cinto de obra esmerada do éfode. (21) E ligaram o peitoral com as suas argolas às argolas do éfode com um cordão de azul, para que estivesse sobre o cinto de obra esmerada do éfode, e o peitoral não se separasse do éfode, como o SENHOR ordenara a Moisés. (22) E fez-se o manto do éfode de obra tecida, todo de azul. (23) E a abertura do manto estava no meio dele, como abertura de cota de malha; esta abertura tinha uma borda em volta, para que se não rompesse. (24) E nas bordas do manto fizeram romãs de azul, e de púrpura, e de carmesim, de fio torcido. (25) Fizeram também as campainhas de ouro puro, pondo as campainhas no meio das romãs nas bordas do manto, ao redor, entre as romãs; (26) Uma campainha e uma romã, outra campainha e outra romã, nas bordas do manto ao redor; para ministrar, como o SENHOR ordenara a Moisés. (27) Fizeram também as túnicas de linho fino, de obra tecida, para Arão e para seus filhos. (28) E a mitra de linho fino, e o ornato das tiaras de linho fino, e os calções de linho fino torcido, (29) E o cinto de linho fino torcido, e de azul, e de púrpura, e de carmesim, obra de bordador, como o SENHOR ordenara a Moisés. (30) Fizeram também, de ouro puro, a lâmina da coroa de santidade, e nela escreveram o escrito como de gravura de selo: SANTIDADE AO SENHOR. (31) E ataram-na com um cordão de azul, para prendê-la à parte superior da mitra, como o SENHOR ordenara a Moisés. (32) Assim se acabou toda a obra do tabernáculo da tenda da congregação; e os filhos de Israel fizeram conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés; assim o fizeram. (33) Depois trouxeram a Moisés o tabernáculo, a tenda e todos os seus pertences; os seus colchetes, as suas tábuas, os seus varais, e as suas colunas, e as suas bases; (34) E a cobertura de peles de carneiro tintas de vermelho, e a cobertura de peles de texugos, e o véu de cobertura; (35) A arca do testemunho, e os seus varais, e o propiciatório; (36) A mesa com todos os seus pertences, e os pães da proposição; (37) O candelabro puro com suas lâmpadas, as lâmpadas em ordem, e todos os seus pertences, e o azeite para a luminária; (38) Também o altar de ouro, e o azeite da unção, e o incenso aromático, e a cortina da porta da tenda; (39) O altar de cobre, e o seu crivo de cobre, os seus varais, e todos os seus pertences, a pia, e a sua base; (40) As cortinas do pátio, as suas colunas, e as suas bases, e a cortina da porta do pátio, as suas cordas, e os seus pregos, e todos os utensílios do serviço do tabernáculo, para a tenda da congregação; (41) As vestes do ministério para ministrar no santuário; as santas vestes de Arão o sacerdote, e as vestes dos seus filhos, para administrarem o sacerdócio. (42) Conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel toda a obra. (43) Viu, pois, Moisés toda a obra, e eis que a tinham feito; como o SENHOR ordenara, assim a fizeram; então Moisés os abençoou.

Êxodo 40

 (1) FALOU mais o SENHOR a Moisés, dizendo: (2) No primeiro mês, no primeiro dia do mês, levantarás o tabernáculo da tenda da congregação, (3) E porás nele a arca do testemunho, e cobrirás a arca com o véu. (4) Depois colocarás nele a mesa, e porás em ordem o que se deve pôr em ordem nela; também colocarás nele o candelabro, e acenderás as suas lâmpadas. (5) E porás o altar de ouro para o incenso diante da arca do testemunho; então pendurarás a cortina da porta do tabernáculo. (6) Porás também o altar do holocausto diante da porta do tabernáculo da tenda da congregação. (7) E porás a pia entre a tenda da congregação e o altar, e nela porás água. (8) Depois porás o pátio ao redor, e pendurarás a cortina à porta do pátio. (9) Então tomarás o azeite da unção, e ungirás o tabernáculo, e tudo o que há nele; e o santificarás com todos os seus pertences, e será santo. (10) Ungirás também o altar do holocausto, e todos os seus utensílios; e santificarás o altar; e o altar será santíssimo. (11) Então ungirás a pia e a sua base, e a santificarás. (12) Farás também chegar a Arão e a seus filhos à porta da tenda da congregação; e os lavarás com água. (13) E vestirás a Arão as vestes santas, e o ungirás, e o santificarás, para que me administre o sacerdócio. (14) Também farás chegar a seus filhos, e lhes vestirás as túnicas, (15) E os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações. (16) E Moisés fez conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenou, assim o fez. (17) Assim, no primeiro mês, no ano segundo, ao primeiro dia do mês foi levantado o tabernáculo. (18) Moisés levantou o tabernáculo, e pôs as suas bases, e armou as suas tábuas, e colocou nele os seus varais, e levantou as suas colunas; (19) E estendeu a tenda sobre o tabernáculo, e pôs a cobertura da tenda sobre ela, em cima, como o SENHOR ordenara a Moisés. (20) Tomou o testemunho, e pô-lo na arca, e colocou os varais na arca; e pôs o propiciatório em cima da arca. (21) E introduziu a arca no tabernáculo, e pendurou o véu da cobertura, e cobriu a arca do testemunho, como o SENHOR ordenara a Moisés. (22) Pôs também a mesa na tenda da congregação, ao lado do tabernáculo, para o norte, fora do véu, (23) E sobre ela pôs em ordem o pão perante o SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés. (24) Pôs também na tenda da congregação o candelabro na frente da mesa, ao lado do tabernáculo, para o sul, (25) E acendeu as lâmpadas perante o SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés. (26) E pôs o altar de ouro na tenda da congregação, diante do véu, (27) E acendeu sobre ele o incenso de especiarias aromáticas, como o SENHOR ordenara a Moisés. (28) Pendurou também a cortina da porta do tabernáculo, (29) E pôs o altar do holocausto à porta do tabernáculo da tenda da congregação, e sobre ele ofereceu holocausto e oferta de alimentos, como o SENHOR ordenara a Moisés. (30) Pôs também a pia entre a tenda da congregação e o altar, e nela pôs água para lavar. (31) E Moisés, e Arão e seus filhos nela lavaram as suas mãos e os seus pés. (32) Quando entravam na tenda da congregação, e quando chegavam ao altar, lavavam-se, como o SENHOR ordenara a Moisés. (33) Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar, e pendurou a cortina da porta do pátio. Assim Moisés acabou a obra. (34) Então a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do SENHOR encheu o tabernáculo; (35) De maneira que Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porquanto a nuvem permanecia sobre ela, e a glória do SENHOR enchia o tabernáculo. (36) Quando, pois, a nuvem se levantava de sobre o tabernáculo, então os filhos de Israel caminhavam em todas as suas jornadas. (37) Se a nuvem, porém, não se levantava, não caminhavam, até ao dia em que ela se levantasse; (38) Porquanto a nuvem do SENHOR estava de dia sobre o tabernáculo, e o fogo estava de noite sobre ele, perante os olhos de toda a casa de Israel, em todas as suas jornadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário