VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

12 de ago de 2013

POR ONDE ANDA ELISEU?


Esta é a pergunta a ser feita, e não: “Por onde anda o Deus de Elias?”
Todo mundo que estuda a Bíblia conhece a história e o chamado de Eliseu, o profeta. Ele era um sitiante bem de vida até largar tudo pra seguir o profeta Elias.
Durante muitos anos, Eliseu serviu a Elias como discípulo. Foram anos de obscuridade até aquele grande dia em que o manto de Elias caiu sobre ele. Retornando ao rio Jordão, Eliseu perguntou: “Onde está o Deus de Elias?” Com o manto que havia caído sobre ele, o grande profeta Eliseu atingiu as águas e descobriu que o poder de Deus que havia estado com Elias agora descansava sobre ele.
Eliseu não era mais aquele servo obscuro, sem poder de Elias, mas um profeta usado vigorosamente pelo Senhor Deus. As realizações de Eliseu foram inúmeras, poderosas e, às vezes, espetaculares. Ele fez muito pelo reino de Deus, mas havia uma razão para isso.
Eliseu nem sempre foi um homem de destaque. Ele se tornou notável por causa das escolhas que fez. Quando decidiu abrir mão da segurança financeira que a lavoura lhe proporcionava para seguir o profeta, ele desceu para poder subir. Quando se dispôs a derramar água nas mãos de Elias, ele estava se preparando para liderar. Ao cuidar de um velho profeta, Eliseu estava adquirindo conhecimento que não conseguiria em nenhum outro lugar. Ao realizar tarefas braçais que lhe cabiam como discípulo de um profeta, Eliseu lançou o fundamento de uma carreira gloriosa.
Hoje, os mantos de notáveis homens e mulheres de Deus estão caindo. Existe poder nesses mantos, mas geralmente não há Elias para pegá-los. Os Elias são levados num moinho de vento sem que haja pessoas que testemunhem a partida ou recebem a porção dobrada de seu espírito. O povo, como ovelhas perdidas, tropeçam na escuridão porque não existe profeta que os instrua e guie.
Por onde anda Eliseu? Muitas vezes, os supostos Eliseus estão envolvidos demais com seus sonhos de grandeza que não gastam tempo se preparando. Estão planejando e conspirando como fugir da responsabilidade. Depreciam as tarefas manuais e ficam à espera de “grandes obras”. São “crânios” demais para ouvir conselhos de profetas. Ficam em Betel, Jericó ou às margens do Jordão onde a vida oferece mais segurança. Por causa desses empreendimentos variados, não estão presentes nem preparados para receber o manto, o poder e a glória que Deus quer lhes oferecer.
As igrejas estão sem pastores, os campos missionários operam com falta de pessoal ou estão fechando por falta de missionários; seminários e institutos bíblicos lutam com necessidades de todos os tipos. Isso acontece porque os Eliseus não se prepararam para apanhar os mantos que estão caindo.
Você está disposto a ser um Eliseu? Querido leitor, você está pronto a se dedicar a Deus e dar as costas à segurança deste mundo e, então, seguir a Jesus? 
Está disposto a realizar qualquer tarefa para o Senhor, mesmo que seja algo braçal, insignificante? Está decidido a receber conselhos de seus líderes, mesmo achando que sabe mais do que eles?
Existem muitas coisas especiais guardadas para o homem ou mulher que queira se preparar. Frustração e insignificância é a porção dos sonhadores tolos. A que grupo você pertence?
(The Gospel Minister)

Nenhum comentário:

Postar um comentário