VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

22 de fev de 2014

NINGUÉM É CULPADO

Quatro velhos estavam sentados nos fundos de uma loja numa pequena cidade da Nova Inglaterra. Eles estavam jogando pôquer. De repente, o xerife entrou pela porta, dizendo: “jogando de novo heim? Desta vez eu vou levá-los e dar-lhes uma lição.”
O primeiro velhinho disse: “Eu não, xerife, eu apenas cheguei aqui para conversar.”
O xerife virou-se para o segundo homem que se explicou: “Eu não estava jogando, xerife, vim só fazer uma visita.”
O xerife olhou para o terceiro homem e perguntou: “E você, o que tem para dizer?
O terceiro calmamente replicou: “Sou inocente, xerife, eu entrei apenas para me aquecer junto ao fogo.”
O quarto homem sentado bem quieto durante a conversa, examinava as cartas em suas mãos, quando o xerife com um sorriso vitorioso na face exclamou: “Bem, você não pode negar que tem estado jogando cartas.”
O quarto velho de cabelos grisalhos continuou a olhar as cartas que ele tinha nas mãos, e aí com uma voz de zombaria, perguntou: “Mas, xerife, com quem eu estou jogando?”
Aqui está um quadro da raça humana. Ninguém é culpado. Todos são inocentes.
Se um homem comete assassinato, ele fita o juiz, dizendo: “Eu não sou culpado.”
O ladrão de banco, quando pego, caminha para a corte dizendo: “Não fiz nada de errado.”
Qualquer transgressor da lei, se confrontado com o juiz, irá declarar, “Eu fui forçado, Meretíssimo. A polícia me bateu.”
Mas o fato é que todos são culpados. O apóstolo Paulo afirmou: Os pecados que o homem comete giram em torno de um pecado básico: descrença.
Em Romanos 3:19 Paulo usou uma palavra que conduz toda a raça humana à ruína - “culpado” Paulo diz:“...a lei diz que...todo o mundo seja condenável diante de Deus.”
A palavra “condenável” (culpado) é como a pólvora numa espingarda. Ela tem poder. Ela literalmente significa “perder uma ação.” Na verdade, o pecador perdeu seu processo diante de Deus. Ele já esteve no tribunal, o juiz já deu o veredito e declarou o réu culpado, e encerrou o julgamento.
De fato, o mundo perdeu seu processo. Os homens construíram suas igrejas, criaram seus planos de salvação, passaram por seus rituais religiosos, estão ainda tentando ser salvos; mas o grande juiz diz que eles perderam o julgamento.
O homem que não perdeu no tribunal é o homem que tem a salvação. Cristo foi julgado em lugar dele e advogou sua causa. Crendo em Jesus como Salvador, o homem caminha pelo Tribunal como um homem livre; e o juiz nunca mais vai poder levá-lo a julgamento de novo.
A Sentinela Batista

Nenhum comentário:

Postar um comentário