VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

23 de ago de 2014

ACIMA, EM VOLTA, EMBAIXO

Irmãos, somos mantidos pelo poder de Deus! Quando depositamos nossa fé em Jesus Cristo como Salvador, tornamo-nos responsabilidade de Deus, somos encargos de Deus. Estamos tão seguros quanto ele pode nos manter, e sua segurança é poderosa. Nenhum perigo nos alcança, venha de onde vier: do alto, dos lados ou de baixo.
A Bíblia diz o seguinte a respeito de Deus: “Sua bandeira sobre mim é o amor” (Cantares 2.4). O amor de Deus nos cobre e protege. Seu amor nos sustenta. “Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 8.39).
É assim que somos protegidos dos perigos que nos cercam. A Bíblia mostra que havia uma cerca divina ao redor do fiel Jó. O salmista testifica: “Como estão os montes à roda de Jerusalém, assim o Senhor está em volta do seu povo desde agora e para sempre” (Salmo 125.2). O versículo se refere tanto à segurança perfeita quanto à eterna. Se o próprio Deus está ao nosso redor, quem ou o quê poderá nos atacar e ferir?
Quando o exército sírio, intencionando levar Eliseu cativo, cercou Dotã, onde o servo de Deus se hospedava, o servo do profeta ficou muito amedrontado e duvidou que conseguissem escapar. Mas “o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu” (2 Reis 6.17). 
Muito bem. Isto abrange o acima e o em volta, e quanto ao embaixo? Lemos em Deuteronômio 33.27: “O Deus eterno te seja por habitação, e por baixo sejam os braços eternos...”. Isto é que é segurança em relação às tempestades da vida e aos inimigos espirituais! Como filhos amados de Deus, descansamos em seus braços eternos. Eternos significa que sempre estarão abertos para nós quando deles precisarmos. Nunca se quebrarão nem se cansarão nem tão pouco se fecharão para nós.
O “Salmo do Viajante” pergunta: “De onde me virá o socorro?”, e ele mesmo responde: “O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não te molestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; ele guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre”.
Somos viajantes e peregrinos na terra, contudo não nos esqueçamos jamais que nosso Deus caminha conosco sempre, e nos acompanhará até que cheguemos seguros, com ele, em glória, ao nosso lar eterno. Enquanto estivermos no mundo, nada conseguirá nos atingir, de nenhuma direção, a não ser que tenha a permissão de Deus e para cumprir seu propósito eterno.
(Pulpit Helps)

Nenhum comentário:

Postar um comentário