VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

3 de nov de 2014

COM JESUS A VIDA É OUTROS 500, BRASIL 500 ANOS

Texto: Mateus 4:16
Introdução:
O Brasil comemorou em 22 de abril, do ano passado, os seus 500 anos de descoberta, foi sem dúvida um marco em toda a história de Portugal. 
Os primeiros 322 anos (1500-1822) o Brasil foi destribuidos em Capitanias hereditárias. E só depois é que veio os primeiros reinados, o primeiro Imperador Dom Pedro I, declarou a Independência do Brasil pelo México e Estados Unidos. De 1831-1840 foi marcado por um grande período de Guerras internas, 1840-1889, foi o mais longo governo pessoal da história do Brasil, e no dia 23 de julho de 1840 o jovem imperador Dom Pedro II, prestou juramento constitucional diante da Assembléia Geral.
O Imperador tinha a Bíblia como o livro da mesa-cabeceira, lia-o diariamente. Daí a sua sabedoria em dirigir. As Repúblicas vieram e a primeira foi de 1889-1930, a segunda de 1930-1937 e chamada de nova república e 1937-1945 veio a terceira república chamada de Brasil contemporâneo. O estado Novo de Presidentes tais como: Presidente Dutra (1946-1950), Getúlio Vargas de 1955-1960 foi residido pelo Presidente Juscelino Kubischeck, 1960-1961, depois veio João Goulart foi até 1974, depois vieram os presidentes escolhidos e eleitos pelo povo.
I. O povo que estava em trevas viu a luz
   A história é cheia de altos e baixos, guerras, perseguições, em nome da religião mandavam matar e presenciavam as mortes, o imperador D. Pedro II deu abertura para entrada de missionários em nossa terra, mais a obra chamada de protestantes demoraram muito a acontecer.
   1823 chegaram os luteranos
   1855 chegaram os congregacionais
   1859 chegram os presbiterianos
   1867 chegaram os metodistas
   1890 chegaram os episcopais
   1882 chegaram os batistas.
   Cada grupo de protestantes chegaram em estados diferentes para implantar um cristianismo, uma religião que pudesse dar ao homem o direito de seu um cidadão da terra e dos céus.
   2. A luz veio para ficar, para brilhar, para esclarecer, mostrar, revelar e dar um, novo sentido na vida de todos os brasileiros.
   3. As trevas não puderam permanecer, pois a luz veio para brilhar.
II. Os que estavam na região da sombra da morte a luz raiou
   1. Os primeiros que aceitavam Jesus mantinham firmes a fé, quando fomos a Rondônia conhecemos uma senhora e seu esposo que aceitaram Jesus em 1910, pela fé eles tiveram que mudar pelo menos 10 vezes em 3 estados, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo, aquela mulher lúcida de 95 anos pôde nos atender e falou das dificuldades que viviam por causa do Evangelho.
   2. Muitas perseguições, pessoas que perderam a sua própria vida pelo amor a Deus e ao próximo.
   3. Ainda até pouco tempo em pequenas cidades o evangelho era proibido, o Brasil não estava totalmente descoberto, as trevas ainda não estavam totalmente dissipadas. Pedradas, palavrões nas portas de igrejas, etc. eram coisas que vinham tentar impedir os cultos.
   4. Mas a luz raiou, veio para ficar, veio para nos colocar no santuário de Deus, veio para nos mostrar o único caminho.
III. Hoje somos testemunhas desta luz
   1. Há festa nas conquistas políticas
   2. Há festas na totalidade do descobrimento do Brasil
   3. Mas a maior festa é a de termos atingido o Brasil para Cristo
   4. Somos ainda a minoria, mas a nossa luz tem brilhado em todo o território Nacional.
   5. Estamos fazendo parte de todo Brasil, a luz espalhadas em todo nosso país, há cristãos em todos os segmentos da sociedade.
   6. Jesus é o Senhor da nossa república, pois Ele veio para ficar.
Conclusão:
Com uma pátria livre, com uma tamanha liberdade religiosa, com a palavra de Deus em nossas mãos como luz, com Jesus ao alcance de todos, é tempo de glorificarmos a Deus, agradecendo por ter nos dado esta liberdade de alcançar um país gigante com uma luz que brilha, que mostra o caminho certo para a glória de Deus.
Pr Antonio Albino do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário