VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER

"A Igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade" C.H. Spurgeon

VISITE A IGREJA BATISTA REGULAR EBENÉZER
R. José Severiano Câmara, 244 - Centro - João Câmara/RN

TERÇA:.........................Sociedade Masculina -.................19:30hs.
..........................................Sociedade Feminina -...................19:30hs.
QUARTA:.....................Culto de Oração -.........................19:30hs.
SÁBADO:......................Projeto Boas Novas -..................15:30hs.
..........................................Culto da Mocidade -....................19:30hs.
DOMINGO:..................Escola Bíblica Dominical -..........08:00hs.
..........................................Culto Oficial -..............................19:00 hs.

Culto de Ação de Graças

27 de abr de 2015

DISCIPLINA PREVENTIVA NA IGREJA

“Prevenir é melhor que remediar.” Este
ditado se aplica tanto à igreja como a qualquer
aspecto da vida. O objetivo de Deus
ao disciplinar seus filhos é que eles vivam
corretamente. Deus não deseja nos castigar;
apenas quer nos instruir com sua Palavra
por meio do Espírito Santo, e quer que
sejamos obedientes (Provérbios 32.8-9). Ele
só nos castiga quando nos recusamos a seguir
suas ordens. Assim, disciplina preventiva
é tudo o que a igreja faz na tentativa de
levar seus membros a viver de modo obediente;
e a obediência torna desnecessária a
disciplina corretiva.
1. A disciplina preventiva é mantida por meio de padrões bíblicos para os membros da congregação (Atos 2.41-42). 
Essa é uma parte fundamental e necessária da disciplina da igreja. É impossível manter uma igreja pura sem averiguar se as pessoas que querem se tornar parte dela realmente nasceram de novo e estão comprometidas com a fé neotestamentária.
2. A disciplina preventiva é mantida por meio de padrões bíblicos para líderes e pastores (1 Timóteo 3). 
Uma das maneiras mais eficazes de encorajar um alto padrão moral entre os membros da igreja é manter um alto padrão moral entre os que ensinam e os que estão envolvidos em qualquer tipo de liderança. Essas pessoas estabelecem o tom moral para a congregação. Não podemos exigir que um membro da igreja tenha um padrão de vida cristã mais elevado que o de um líder. Se professores e diáconos vivem com um pé no mundo e outro na igreja, e participam de atividades questionáveis, é natural que os liderados sigam seu péssimo exemplo, e se tornem piores do que eles. É bom que a igreja tenha diretrizes escritas quanto ao comportamento que se espera de qualquer pessoa que exerça um cargo de liderança na igreja.
3. A disciplina preventiva é mantida por meio do ministério pastoral dos líderes (1 Tessalonicenses 2.7-12; Colossenses 1.28). 
O ministério de pregação é vital, no entanto, há também necessidade de um ministério pessoal, individual aos membros da igreja. Amor e atenção pessoal são muito importantes. É esse o significado da palavra “pastor”. Muitos cristãos já chegaram à beira da desistência porque os líderes da igreja não lhes mostraram amor nem lhes prestaram ajuda individualmente. Lembro-me do que aconteceu em uma igreja. O pastor ensinava a Bíblia fiel e detalhadamente, mas não exercia um ministério pessoal em relação à sua congregação. É bem possível que esse fato tenha contribuído para o divórcio de dois casais jovens da igreja. O pastor não visitou os casais nem tentou ajudá-los em particular. O pastor não tinha tempo para as pessoas. Dois dos cônjuges envolvidos nesse triste episódio retornaram para Deus e para a igreja, contudo suas vidas foram para sempre marcadas e atingidas pela dor da separação. Foi o pecado dos indivíduos que arruinou seus lares, mas também é possível que o divórcio pudesse ter sido evitado, caso o pastor tivesse cumprido sua responsabilidade em cuidar das ovelhas. Compare esse fracasso com o testemunho abaixo, dado por um pastor de verdade, que reconheceu a importância de cuidar das ovelhas: 
“Desejo de todo coração lhes ser útil como pastor. Quando aceitei a Cristo, eu pensava que os pastores fossem meio humanos e meio divinos, e que era melhor manter-me longe deles. O resultado foi que não cresci como deveria. Se eu soubesse que poderia ter me aproximado de meu pastor, muitas de minhas perguntas teriam sido respondidas, e ele teria me ajudado tanto com seus conselhos. O relacionamento entre pastor e ovelhas deve ser muito carinhoso, e é isto que Jesus deseja que aconteça entre o pastor e a igreja. Quando vocês estiverem doentes, passando por dificuldades ou qualquer tipo de problema, por favor, me procurem. Sou ocupado, mas não tão ocupado que não possa ajudá-los em seus problemas e dores” (James Crumpton. New Testament Church Discipline). Confiram Salmo 23; Jeremias 23.1-4; João 10.11-10; Atos 20.28-32; 1 Tessalonicenses 2; 1 Pedro 5.1-4.
4. A disciplina preventiva é mantida por meio da comunhão da igreja. 
A pregação e o cuidado pastoral não são suficientes. Os pastores e líderes são limitados em número, e simplesmente não podem fazer tudo que é necessário para o crescimento da congregação. Os membros da igreja devem ministrar uns aos outros diariamente. Cada cristão é vital para a manutenção da disciplina na igreja. Os membros devem se ensinar (Colossenses 3.16), exortar e corrigir uns aos outros (Hebreus 3.12-14; 10.24-25; Romanos 15.14), ministrar uns aos outros (1 Pedro 4.9-10), confortarem-se mutuamente (1 Tessalonicenses 4.18; 5.11), amarem-se e perdoarem-se (Romanos 12.10; Gálatas 5.13; Efésios 4.32; Colossenses 3.13; 1 Pedro 3.8), visitar e ajudar os enfermos e as viúvas (Tiago 1.27) e confessarem seus erros uns aos outros e orarem uns pelos outros (Tiago 5.16).
Pastor David Cloud 
(Extraído do site da Internet Way of Life Literature, do pastor David W. Cloud. Direitos reservados. Usado com permissão.)
O AMIGÃO do Pastor VOL. 12 - Nº 01 JAN/02

Nenhum comentário:

Postar um comentário